ASSINE
O cotidiano das nossas cidades, a cultura, a política, a economia e o comportamento da sociedade estão no foco da coluna, que também acompanha de perto as políticas públicas e suas consequências para os cidadãos

Chapa “puro trans” concorre à Prefeitura de Cariacica

Mulheres transgênero,  empresária e cabeleireira vão disputar a eleição pelo Partido da Mulher Brasileira (PMB)

Publicado em 15/09/2020 às 13h46
Bia (de branco) e Josi no encontro do PMB que escolheu as duas como candidatas em Cariacica
Bia (de branco) e Josi no encontro do PMB que escolheu as duas como candidatas em Cariacica. Crédito: Foto do leitor

Pela primeira vez na política brasileira, duas mulheres transgênero formam uma chapa para concorrer ao cargo de prefeito e vice. A novidade está em Cariacica, onde o Partido da Mulher Brasileira (PMB) oficializou nesta segunda-feira (14) a candidatura da empresária Bianca Biancardi para a sucessão de Juninho (PPS) tendo como companheira de chapa a cabeleireira Josi.

Bia, como é mais conhecida, é a primeira mulher transgênero a disputar uma eleição majoritária no ES. Talvez pelo movimento inédito, o partido não conseguiu formar coligação e resolveu lançar uma chapa puro-sangue, ou “puro-trans”, como já está sendo conhecida a candidatura das duas amigas.

“É um desafio enorme. Sabemos que vamos enfrentar preconceitos, até agressões verbais, como já está acontecendo, mas decidimos seguir em frente. A política é para todos e não podemos aceitar as cotas da velha política que impedem a participação de trans, negros e outras minorias”, afirmou a bem articulada Josi.

A cabeleireira, sintonizada com os novos tempos, promete adotar uma gestão pautada nas boas práticas administrativas “Temos ideias e propostas concretas, ao contrário dos adversários. Eu a Bia vamos profissionalizar a Prefeitura de Cariacica e resgatá-la dos políticos profissionais que a sequestraram para seus interesses próprios”, acrescentou a candidata a vice.

Josi no salão de cabeleireiro onde trabalha
Josi no salão de cabeleireiro onde trabalha, na Praia do Canto. Crédito: Reprodução do Facebook

Josemar Milagre do Nascimento, o nome de batismo de Josi, nasceu há quase 60 anos (que serão completados em 20 de novembro) em Cariacica. Diferentemente da sua companheira de chapa, a cabeleireira não fez cirurgia para mudança de sexo. “Josi é trans, eu sou uma mulher transgênero operada há 20 anos. Ela não tem pretensão de se operar porque está satisfeita do jeito que está”, explica Bia.

Profissionalizar a máquina pública é o mantra da candidatura de Bianca Biancardi, que defende o corte de 400 cargos comissionados e a fusão e extinção de secretarias para chegar no máximo a dez pastas na Prefeitura de Cariacica.

“Com essa medida, além do fim de carros oficiais para prefeito, vice e secretários, entre outros privilégios que serão abolidos, estimo uma economia anual de R$ 40 milhões que serão direcionados para a saúde, educação e segurança”, afirmou Bianca, que tem 52 anos e é proprietária de um salão de beleza tradicional em Campo Grande.

APOIO A BOLSONARO

Apesar de ser uma mulher trans, Bia não esconde sua admiração pelo presidente Jair Bolsonaro, a quem elogia publicamente. “As pesquisas indicam que Bolsonaro bateu o recorde de aprovação, com cerca de 40 por cento. Acho que não é à toa. As pautas defendidas por ele entusiasmam a população, como por exemplo a reforma administrativa.”

Bianca Biancardi

Pré-candidata à Prefeitura de Cariacica, sobre a pouca capacidade de investimento da administração pública

"Sobra muitos para os políticos e pouco para o povo. Precisamos do resgate da missão do político, que é servir e investir"

Mesmo assim, a pré-candidata à Prefeitura de Cariacica diz que o governo pode fazer mais: “Minha avaliação é positiva, mas sempre esperamos mais, que é a retomada imediata do crescimento econômico e a aceleração das privatizações. Mas é um governo que está no rumo certo”, afirma.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.