ASSINE
O cotidiano das nossas cidades, a cultura, a política, a economia e o comportamento da sociedade estão no foco da coluna, que também acompanha de perto as políticas públicas e suas consequências para os cidadãos

Bares do Triângulo fazem enquete pela reabertura... e perdem de lavada

Dos que responderam à pesquisa, de 77% a 87% votaram contra o funcionamento desses estabelecimentos durante a pandemia do novo coronavírus

Publicado em 04/06/2020 às 17h16
Atualizado em 04/06/2020 às 19h34
Data: 18/03/2020 - ES - Vitória - Coronavírus - Movimentação de bares no Triângulo das Bermudas na Praia do Canto - Editoria: Cidades - Foto: Vitor Jubini - GZ
Triângulo das Bermudas na Praia do Canto, em Vitória. Crédito: Vitor Jubini

Pelo menos três grandes bares do Triângulo das Bermudas, tradicional ponto boêmio e de balada de Vitória, fizeram enquetes nos seus perfis do Instagram para saber a opinião do consumidor sobre a reabertura de seus estabelecimentos. O resultado foi um sonoro não.

Na enquete do Bar 40 Graus, até as 15h, o placar indicava 79% contra a reabertura e 21% a favor. Já no Di Dom Dom, resultado semelhante: 77% não e 23%, sim. Uma hora e meia depois, por volta das 16h30, as pesquisas haviam sido apagadas das páginas desses dois bares no Instagram.

Com relação ao Embrazado Vix, que também promove shows com artistas nacionais, a derrota foi ainda mais acachapante: 87% não e 13%, sim.

O resultado da pesquisa dos bares nas redes sociais
O resultado da pesquisa dos bares nas redes sociais. Crédito: Reprodução do Instagram

Por coincidência, as três enquetes são realizadas no dia em que o Espírito Santo bate recorde de mortos pelo coronavírus: são 39 nas últimas 24 horas, com 773 novos casos. Segundo o Painel Covid-19, o ES registra 737 óbitos pela doença e 16.894 casos confirmados.

Nas suas redes sociais, o Sindicato dos Restaurantes e Bares do Espírito Santo (Sindbares) divulgou suas atuações para proteger os estabelecimentos ao longo da pandemia do novo coronavírus. Segundo o órgão classista, a última ação foi uma reunião com o Bandes, Sebrae e outras instituições para solicitação de linhas de crédito subsidiada para o setor.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.