ASSINE
O cotidiano das nossas cidades, a cultura, a política, a economia e o comportamento da sociedade estão no foco da coluna, que também acompanha de perto as políticas públicas e suas consequências para os cidadãos

A cada dois dias, polícia apreende arma de alto poder de fogo no ES

Nos primeiros seis meses deste ano, foi retirado de circulação o dobro desse tipo de armamento em relação ao mesmo período de 202

Vitória
Publicado em 19/07/2021 às 16h53
Submetralhadoras apreendidas em Cariacica e na Serra em menos de 24 horas
Submetralhadoras apreendidas em Cariacica e na Serra em menos de 24 horas. Crédito: Sesp/Divulgação

Uma das armas preferidas dos criminosos, a submetralhadora está dando muito trabalho à polícia no Espírito Santo. Nos primeiros seis meses do ano, já foram apreendidos 104 armamentos desse tipo, quantitativo que representa mais que o dobro das apreensões no mesmo período de 2020. É uma incrível média superior a uma submetralhadora retirada de circulação a cada dois dias.

Em menos de 24 horas, entre a noite de domingo (18) e a manhã desta segunda (19), a Polícia Militar apreendeu duas - uma em Nova Rosa da Penha, em Cariacica, e outra no bairro Planalto Serrano, na Serra.

Uma triste e progressiva rotina. Basta olhar o quadro de apreensões de submetralhadoras nos últimos seis anos. Em 2015, foram oito, no ano seguinte, 12; em 2017 e 2018, 14 e 15, respectivamente; daí em diante, o quadro é assustador.

No ano de 2019, o número desse tipo de arma retirada das ruas dobrou e chegou a 33. No ano passado, a explosão de casos: 133 apreensões feitas pela polícia, tendência que continua em alta em 2021.

Esses números não seriam tão altos se não entrasse em ação a figura do armeiro, o especialista em fabricação de armas semi-industriais, como a polícia prefere chamar. Segundo a Secretaria Estadual da Segurança Pública (Sesp), esses criminosos conseguem produzir um armamento pesado, que atira e mata da mesma forma que uma arma industrial. Muitos deles já foram torneiro-mecânicos.

No ano passado, a polícia apreendeu um armeiro em Cariacica e, logo depois, desarticulou uma fábrica clandestina de armas no bairro Vista da Serra I, na Serra. Esse especialista em armas também é encontrado no interior. Em maio último, a Polícia Civil prendeu um armeiro em Jaguaré, no Norte do Estado.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Segurança Pública Sesp armas espírito santo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.