ASSINE
O cotidiano das nossas cidades, a cultura, a política, a economia e o comportamento da sociedade estão no foco da coluna, que também acompanha de perto as políticas públicas e suas consequências para os cidadãos

33 mil imóveis não estão ligados ao esgoto em Serra e Vila Velha

Essas unidades estão com a rede pronta na porta, mas os proprietários não fizeram a conexão e agora estão sujeitos a processo judicial

Publicado em 14/07/2020 às 05h00
Atualizado em 14/07/2020 às 05h01
No Espírito Santo, 1,7 milhão de pessoas vivem em locais que não contam com rede de esgoto
No Espírito Santo, 1,7 milhão de pessoas vivem em locais que ainda não contam com rede de esgoto. Crédito: Fernando Madeira

Serra tem 21 mil imóveis e Vila Velha tem outros 12 mil com estrutura de rede de esgoto pronta e passando na porta, sem que a ligação seja feita. Isso significa que o esgoto dessas unidades não está sendo destinado adequadamente e pode trazer prejuízos à saúde e ao meio ambiente. 

Segundo a Ambiental Serra e Vila Velha, empresa que tem parceria público-privada (PPP) com a Cesan, a atribuição de fazer a ligação do esgoto do imóvel à rede é de responsabilidade dos moradores, prevista em lei federal.

Aqueles que ainda não fizeram a conexão já começaram a ser fiscalizados pelos órgãos públicos. Não se conectar à rede de esgoto é crime ambiental, passível de processo no Ministério Público do Espírito Santo (MPES).

NA SERRA, ÍNDICE DE LIGAÇÃO ACIMA DA MÉDIA NACIONAL

O município da Serra, segundo a Ambiental, está acima da média nacional no percentual de atendimento a serviços de esgoto, alcançando o patamar de 90%, enquanto no Brasil o índice geral gira em torno dos 50%, de acordo com dados do Instituto Trata Brasil.

A PPP já implantou 190 mil metros de rede coletora em cinco anos de atuação na Serra. Para conduzir o esgoto coletado na cidade até as Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), a concessionária colocou em prática um plano de ampliação com a implantação de rede coletora, coletores troncos, estações elevatórias e linhas de recalque.

Todo mês, 150 milhões de litros de esgoto são coletados e tratados pelo sistema de esgotamento sanitário. O volume é equivalente a 60 piscinas olímpicas coletadas e tratadas mensalmente ou a 718 piscinas olímpicas coletadas e tratadas em um ano.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.