ASSINE
É mestre em História pela Ufes. Neste espaço, a história capixaba é a protagonista, sem deixar de lado as atualidades. Escreve às terças

Vídeos históricos emocionam moradores da Região do Caparaó capixaba

Bancário resgata vídeos feitos na região e disponibiliza tudo na internet. O material mostra personagens, desfiles, festas e até os fuscas circulando pelas ruas, um patrimônio afetivo e oportunidade para reforçar o sentimento de pertencimento

Publicado em 28/07/2020 às 05h00
Atualizado em 28/07/2020 às 05h01
Lima Duarte entrevista em Alegre durante partida de futebol entre o time Caiçara e artistas da Globo, em 1983
Lima Duarte dá entrevista em Alegre durante partida de futebol entre o time Caiçara e artistas da Globo, em 1983. Crédito: Reprodução

A publicação de vídeos antigos no YouTube tem emocionado moradores da Região do Caparaó, sobretudo os do município de Alegre. O conteúdo, que faz parte do canal do bancário Felipe Paraizo de Lima, retrata o Sul do Estado na década de 1980 e já soma mais de 40 mil visualizações.

Felipe, que está compilando e digitalizando as fitas VHS, é filho do responsável pelas gravações, o cinegrafista Paulo Cesar de Lima (Pecê), funcionário aposentado do Banco do Brasil de Alegre e apaixonado por registros audiovisuais, um sentimento que o motivou a gravar o cotidiano de várias cidades e até um programa de televisão veiculado em 1984.

A íntegra desse programa, intitulado “Memórias de Alegre”, foi perdida, mas trechos recuperados estão no canal, incluindo entrevistas do próprio câmera e de outros personagens marcantes da história alegrense. Nesse e em outros momentos, a função de entrevistador é exercido por um “repórter” bastante peculiar, o “Braga”, na época gerente do Banco do Brasil da cidade e desprovido de qualquer timidez diante das câmeras.

O acervo, segundo Felipe Paraizo, constitui-se de quase 100 horas, ou seja, muito material inédito ainda será divulgado. Do que já foi disponibilizado, destacam-se os filmes de Guaçuí, Muniz Freire, Anutiba e Celina, assim como os desfiles realizados em Alegre em 1980, 1982 e 1984, este último com declarações do então vice-governador José Moraes e do senador João Calmon.

O vídeo mais assistido, superando a marca de 6 mil acessos, destaca a partida de futebol entre o clube Caiçara e artistas da TV Globo, um encontro promovido em Alegre no ano de 1983. Essa filmagem contém uma preciosa entrevista do ícone Lima Duarte, além de participações impagáveis da população e dos atores Nuno Leal Maia, Eliezer Motta e João Carlos Barroso.

O início da trajetória do “Festival de Alegre”, um dos principais eventos de música da história do Espírito Santo, integra o acervo com um fragmento da quinta edição, realizada em 1984. Também de 1984, consta o show do violonista Maurício de Oliveira no centro de Alegre, e de 1987, outros dois vídeos importantes da história local: a greve dos bancários e o desfile cívico-militar, no qual manifestantes saíram em defesa do Parque Estadual Cachoeira da Fumaça.

“Braga” e “Pecê” legaram imagens raras do período em que dispor de filmadora era privilégio de poucos. O trabalho voluntário e organizado, chamado de “coisa de doido”, acabou captando a essência de uma geração e, hoje, 40 anos depois da primeira gravação, não é exagero dizer: aqueles personagens, os desfiles, as festas e até os fuscas circulando pelas ruas, tornaram-se patrimônio afetivo e oportunidade única para reforçar o sentimento de pertencimento de uma região sofrida economicamente, mas detentora de referências culturais riquíssimas.

O canal de Felipe Paraizo de Lima no YouTube pode ser conferido no link: https://www.youtube.com/user/felipeparaizo1

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.