ASSINE
Jornalista de A Gazeta há 10 anos, está à frente da editoria de Esportes desde 2016. Como colunista, traz os bastidores e as análises dos principais acontecimentos esportivos no Espírito Santo e no Brasil

Flamengo humilhou o Grêmio e encaminhou vaga na semifinal da Copa do Brasil

Com um jogador a menos por grande parte do jogo, Flamengo viu seus coadjuvantes comandarem um baile em Porto Alegre

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 26/08/2021 às 05h00
Vitinho comandou o ataque do Flamengo na reta final da partida
Vitinho comandou o ataque do Flamengo na reta final da partida. Crédito: Alexandre Vidal/Flamengo

O Flamengo é o pesadelo do Grêmio nos últimos anos. Já são 9 jogos de invencibilidade, sendo alguns de resultados humilhantes, como voltou a acontecer na noite desta quarta-feira (25), quando o Rubro-Negro venceu o Imortal Tricolor por 4 a 0 em plena arena, em Porto Alegre. O massacre praticamente garantiu a equipe comandada por Renato Gaúcho nas semifinais da Copa do Brasil. Só uma tragédia para tirar essa vaga do time carioca.

Entre 2018 e 2021, o Grêmio acumula insucessos diante do Flamengo: uma eliminação da Copa do Brasil, um vexame na Libertadores, quando foi eliminado ao perder por 5 a 0 no jogo de volta da semifinal, no Maracanã, além de cinco derrotas jogando em seu próprio estádio. Essa última com o cruel requinte de ter disputado parte significativa da partida com um homem a mais. Ainda assim, o time de Felipão se viu dominado e massacrado dentro de casa.

 Em campo, uma partida que foi uma gangorra de emoções. Um primeiro tempo equilibrado, com pouca superioridade do time gremista e com cada equipe perdendo um jogador importante por lesão: Douglas Costa no Grêmio, Bruno Henrique no Flamengo. Aos 44 minutos, o lance que decidiu o jogo: Isla recebeu o segundo cartão amarelo e consequentemente foi expulso, após fazer falta em Alisson.

Flamengo com um a menos e visto que o Grêmio jogou bem no primeiro tempo, o cenário para a segunda etapa era completamente desfavorável ao Rubro-Negro, mas foi aí que Renato Gaúcho conseguiu se sobressair diante de Felipão. O treinador rubro-negro sacrificou Diego para repor a lateral direita com Matheuzinho, e tirou Arrascaeta para a entrada de Thiago Maia. 

Com o time equilibrado e sem poder se desgastar fisicamente, o Flamengo deixou o Grêmio com a bola. E foi essa estratégia que complicou o time de Felipão, que é reativo e tem dificuldades de propor o jogo. Mesmo com 65% de posse de bola na segunda etapa, o Tricolor foi incapaz de agredir o Rubro-Negro, que abriu o placar com Bruno Viana em lance de sorte após cobrança de escanteio, aos 7 minutos.  

Após o gol, o Grêmio ficou mais atrapalhado e mesmo com um jogador a mais em campo ofereceu mais espaços ao Flamengo. E a reta final do time rubro-negra foi perfeita. Vitinho, que entrou no lugar de Everton Ribeiro, comandou o show com duas assistências e um gol de pênalti. Um 4 a 0 para enterrar o caixão do Tricolor na Copa do Brasil.

OS GOLS DO JOGO

JUNTAR OS CACOS

Ao Grêmio resta juntar os cacos, tentar entender o que deu errado e mirar na luta contra o rebaixamento no Brasileirão, que é o principal objetivo que se apresenta ao time neste momento. Felipão precisa se reinventar como treinador. Não dá mais para ter apenas um estilo de jogo com base em lançamentos longos para um atacante referência, que terá jogadores de velocidade para o auxiliar. Falta ser efetivo na troca de passes e não apenas girar a bola de um lado para o outro.

O elenco do Grêmio não é ruim assim a ponto de ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. Mas a equipe gaúcha precisa se reorganizar para não passar uma vergonha ainda maior nessa temporada.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Futebol copa do brasil flamengo flamengo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.