ASSINE
Jornalista de A Gazeta há 10 anos, está à frente da editoria de Esportes desde 2016. Como colunista, traz os bastidores e as análises dos principais acontecimentos esportivos no Espírito Santo e no Brasil

"ES é um exemplo do crescimento do skate no Brasil", diz Pâmela Rosa

Bicampeã mundial, a skatista está no Estado para visitar pistas na Serra e em Vitória. Em entrevista  à coluna lembrou da primeira vez que veio ao ES e falou sobre o momento do esporte no país

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 21/12/2021 às 13h17
Pâmela Rosa andou na pista do Parque Caminho do Mar, em Bicanga, na Serra
Pâmela Rosa andou na pista do Parque Caminho do Mar, em Bicanga, na Serra. Crédito: Edson Reis/Sesport

Bicampeã mundial de skate no street, representante do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio e medalhista de ouro no Pan-Americano Júnior de Cali, Pâmela Rosa viveu um ano especial em sua carreira. Nesta reta final de 2021 finalmente é hora do merecido descanso, mas ainda assim o skate não desgruda da atleta paulista que chegou ao Espírito Santo na noite desta segunda-feira (20) para conhecer pistas de skate na Serra e em Vitória.

Pâmela veio ao Estado a convite da Secretaria de Esporte e Lazer (Sesport) e da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi). Na manhã desta terça-feira (21) ela esteve na pista de skate do Parque Caminho do Mar em Bicanga e na Estação Conhecimento, da Vale, em Cidade Continental. Por onde passa, Pâmela passou, recebeu o carinho dos fãs e percebe o crescimento do esporte no Estado.

“É visível um crescimento muito grande na prática de skate. Aqui mesmo no Espírito Santo é um exemplo gigantesco. Na primeira vez que eu vim em 2011 não tinham muitos skatistas e hoje eu vi que já tem muitas meninas e meninos andando de skate e isso está acontecendo no Brasil inteiro, todo mundo querendo se interessar um pouquinho mais.”

Ao lado de Sérgio Vidigal (prefeito da Serra) e Júnior Abreu (secretário estadual de Esportes), Pâmela Rosa também tirou fotos com skatistas que estavam no Parque Caminho do Mar
Ao lado de Sérgio Vidigal (prefeito da Serra) e Júnior Abreu (secretário estadual de Esportes), Pâmela Rosa também tirou fotos com skatistas que estavam no Parque Caminho do Mar. Crédito: Edson Reis/Sesport

Além da pista que andou na Serra, Pâmela vai visitar e fazer uma apresentação na pista profissional construída no Portal do Príncipe, em Vitória, e inaugurada no último domingo (19), pelo governo do Estado. A atleta olímpica, que despertou para o skate em uma pista de periferia, destacou a importância do acesso ao esporte e hoje já se entende como uma referência aos mais novos.

“Me identifico muito com essas pistas porque é de onde eu vim, que é periferia. Hoje eu moro em outro bairro lá na minha cidade, mas não deixo de ir ao local que eu sempre andei e sempre me diverti, que é onde eu me sinto bem. Já entendo que sou referência para os mais novos, eles sempre falam isso comigo. A gente sempre conversa que de alguma forma eu inspiro eles, e eles também me inspiram sempre”.

Pâmela também deixou um recado para a galera que sonha em brilhar com o skate nos pés. É jamais desistir mesmo se as dificuldades forem grandes. Ter incentivo dentro de casa e também ao redor é o principal para se tornar um atleta profissional”, declarou.

ANO ESPECIAL

Pamela Rosa terminou a bateria em sexto na classificação geral
Pâmela Rosa representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em julho deste ano. Crédito: Wander Roberto/COB

A temporada 2021 foi especial para Pâmela Rosa. Não faltaram conquistas e feitos importantes. Dentre os principais objetivos, apenas a medalha olímpica não foi alcançada, mas a atleta comemorou o desempenho no ano.

"Foi um ano um pouco diferente. Foquei muito na medalha, porém não veio por conta da minha lesão, mas depois foi bola para frente, tive outras competições e consegui o bi mundial, a medalha nos Jogos Pan-Americanos Junior e recentemente o segundo lugar no STU Open no Rio de Janeiro."

Este vídeo pode te interessar

Apesar de não parecer, já que está sempre andando de skate, Pâmela está curtindo o descanso. A meta agora é relaxar para depois voltar com tudo em 2022. “Agora estou fazendo mais projetos, conhecendo lugares que eu sempre quis conhecer e descansando um pouco porque 2022 vai ser um ano de muitas competições, e se eu não me engano já começam as classificatórias para os Jogos”.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Serra Portal do Príncipe Esportes serra Skate

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.