ASSINE
É juiz do Trabalho, mestre em Processo, especialista em Direito do Trabalho e estudante de Economia. Neste espaço, busca fazer uma análise moderna, crítica e atual do mercado e do Direito do Trabalho

Acreditar na CLT como único meio de dignidade ao trabalhador é como crer em Papai Noel

Cético à imposição legal corporativista (de origem fascista), dizia o professor Arion que se uma legislação pudesse acabar com o desemprego, então bastaria uma única lei com um único artigo, assim dizendo: “art. 1° Está extinto o desemprego”

Publicado em 08/03/2022 às 02h02

Para ler essa matéria, junte-se a nós!

Conteúdo exclusivo para assinantes

R$ 1,99

* nos 6 primeiros meses. Depois pague R$ 19,90

Você pode cancelar quando quiser

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.