Pandemia em 2021 pode ser pior do que em 2020, diz presidente do Butantan

Dimas Covas criticou a atuação do governo de Jair Bolsonaro no combate ao coronavírus. Segundo ele, o Ministério da Saúde não comprou doses suficientes da Coronavac

Publicado em 20/01/2021 às 09h24
Coronavírus - Covid19
Coronavírus: Dimas Covas disse ver a possibilidade da pandemia ser pior em 2021 do que foi em 2020 . Crédito: Thor Deichmann/Pixabay

O presidente do Instituto do Butantan, Dimas Covas, disse ver a possibilidade da pandemia ser pior em 2021 do que foi em 2020, caso não sejam empregadas medidas para reduzir os casos e aumente a compra de vacinas o quanto antes.

Covas também disse ver como inevitável a mudança para a bandeira vermelha em São Paulo, que tem medidas mais drásticas de isolamento social.

Ele criticou a atuação do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) no combate ao coronavírus. Segundo Covas, o Ministério da Saúde não comprou doses suficientes da Coronavac.

As afirmações foram ditas em transmissão fechada da XP Investimentos na manhã desta terça-feira (19). O evento foi destinado a clientes institucionais da XP, como bancos, gestoras e corretoras e faz parte de uma série de lives que a corretora organiza regularmente com temas que afetam o meercado financeiro.

Segundo pessoas do mercado, Covas também disse que vê como inevitável a mudança para bandeira vermelha em São Paulo.

Procurada, a XP Investimentos não quis comentar.

A maior parte do estado está classificada em bandeira vermelha, que representa risco alto para Covid-19.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.