ASSINE

Monique Medeiros, mãe do menino Henry, testa positivo para Covid-19

Monique solicitou atendimento médico e foi encaminhada ao Hospital Penal Hamilton Agostinho, no complexo de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio

Publicado em 20/04/2021 às 10h49
Monique Medeiros e o filho, Henry Borel, morto aos quatro anos no RJ
Monique Medeiros e o filho, Henry Borel, morto aos quatro anos no RJ. Crédito: Instagram/ Reprodução

Presa temporariamente por suposta participação na morte do filho, Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, testou positivo para covid-19 nessa segunda-feira, 19. Com isso, ela ficará internada no hospital penitenciário.

Segundo informações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Monique solicitou atendimento médico e foi encaminhada ao Hospital Penal Hamilton Agostinho, no complexo de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio. Após fazer exames, Monique foi diagnosticada com a covid-19. Segundo a Seap, por ora, ela seguirá internada para realizar acompanhamento médico.

A mãe de Henry estava cumprindo prisão temporária no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, no Grande Rio. No primeiro depoimento que prestou à polícia, ela negou saber de agressões ao filho. Ela foi desmentida pela Polícia Civil, que encontrou mensagens em seu celular indicando conhecimento das agressões que seu namorado, o médico e vereador Jairo Souza Santos Junior, o Dr. Jairinho, praticava contra Henry. Ele também foi preso temporariamente, na semana passada. As defesas dos dois negam as acusações.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.