ASSINE

Cão de faro acha cocaína no teto de contêiner vindo dos EUA em porto

Escâner apontou diferença em parte do teto do contêiner, o que levantou suspeitas por parte da equipe de análise de riscos da Alfândega

Publicado em 05/01/2022 às 14h19

Receita Federal apreendeu nesta terça-feira (4), 59 quilos de cocaína escondidos no teto de um contêiner no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. Com auxílio do cão de faro Uruk, os agentes do fisco encontraram a droga em meio à camada de isolamento térmico de um contêiner vazio vindo da Filadélfia, nos Estados Unidos.

De acordo com os investigadores, imagem de escâner apontou diferença em parte do teto do contêiner, o que levantou suspeitas por parte da equipe de análise de riscos nas operações de importação e exportação da Alfândega da Receita Federal em Santos.

Data: 05/03/2020 - Atividade portuária, transporte de contêineres, exportação e importação
Transporte de contêineres foi usado pelo tráfico de drogas. Crédito: Pixabay

Mesmo com o contêiner vazio, foi realizada inspeção com o cão de faro Uruk que sinalizou a presença de drogas quando entrou no interior do contêiner.

Este vídeo pode te interessar

Após a indicação, foram feitos furos no teto do contêiner, pela parte de fora, retirando-se uma pequena amostra de pó branco, que testou positivo para cocaína.

Retirado o forro do contêiner, foram localizados, em meio à camada de isolamento térmico, diversos tabletes de cocaína, 59 quilos ao todo.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.