ASSINE

Anvisa avalia a liberação da CoronaVac para crianças e adolescentes no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária discute os parâmetros de estudos para a implementação do imunizante chinês no público infantojuvenil em solo brasileiro

Publicado em 20/01/2022 às 10h37

Anvisa A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, realiza a  2ª Reunião Extraordinária Pública de 2022 e discute os parâmetros de estudos para a implementação do imunizante chinês no público infantojuvenil em solo brasileiro. O pedido de uso emergencial seria para a faixa etária de 3 a 17 anos. Confira:

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.