ASSINE
Autor(a) Convidado(a)
É especialista em ERP e diretor da Sankhya-ES

Vendas on-line aumentaram, mas logística de entregas ainda é desafio

Ter um sistema para organizar pedidos e aprimorar seus processos é imprescindível para empresas que atuam no e-commerce, garantindo transparência e agilidade para clientes

Publicado em 21/06/2021 às 14h00
e-commerce comercio internet compras online
Vendas on-line foram o caminho encontrado para manter as atividades na pandemia. Crédito: Pixabay

pandemia de coronavírus impactou na vida e nos negócios em todo o mundo e exigiu das empresas uma série de adaptações para continuar no mercado. Dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) apontam que mais de 150 mil e-commerces foram abertos desde o começo da pandemia.

As vendas on-line foram o caminho encontrado para manter as atividades no novo cenário, mas muita gente começou sem saber ao certo o processo envolvido em assegurar o recebimento, processamento e entrega de produtos ao consumidor final.

Um dos principais desafios encontrados para quem entra nesse setor é a logística, saber como o produto chegará até o cliente, o valor do frete a ser cobrado e demais processos envolvidos. Nesse momento é importante saber que os Correios são o principal operador logístico no Brasil, e teve o fluxo de entrega elevado em 25% até junho de 2019 na comparação com o mesmo período de 2019. Segundo a empresa, a demanda do e-commerce foi o principal fator de estímulo para a alta do serviço postal.

Isso quer dizer que as novas empresas no ramo das vendas on-line, ou mesmo as que ampliaram as vendas por esse canal, estão utilizando os Correios para entregar seus produtos. Mas como sistematizar esse processo?

O caminho mais simples passa pela automatização das entregas, que significa integrar o sistema ERP utilizado na empresa com o site dos Correios. Assim, será possível que o próprio consumidor calcule o valor da entrega na hora da compra do site e que acompanhe todo o processo, já que transparência e agilidade são essenciais em todo e-commerce.

Nesse sentido, ter um sistema para organizar pedidos e aprimorar seus processos é imprescindível para quem atua no mercado on-line. Afinal, é possível gerenciar a empresa através do ERP, e controlar suas entregas e vendas ao consumidor por meio da integração, que favorece o acompanhamento da empresa e do cliente sobre as entregas. A grande vantagem de utilizar os sistemas em conjunto é a simplificação das operações, tendo o controle de todas as operações de compra e venda em um único sistema.

A tecnologia é uma grande aliada para o mercado e criou um novo canal de vendas capaz de eliminar as fronteiras físicas, mas ela demanda integração e atualização de quem opera nesse mercado. Sistemas de gestão são cada vez mais necessários e importantes para automatizar as operações e fornecer dados analíticos que facilitem a tomada de decisão.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.