ASSINE
Autor(a) Convidado(a)
É diretor do Centro Educacional Primeiro Mundo Vila Velha

Ano novo, escola nova: o que a instituição ideal para o seu filho precisa ter

A escolha da escola vai muito além de um mero investimento financeiro. Isso porque a instituição de ensino tem participação central na formação humana de crianças e jovens

Publicado em 13/01/2022 às 02h00
Sala de aula, ensino presencial
Sala de aula: decisão sobre escola tem impacto no futuro dos filhos. Crédito: Pixabay

A escolha por uma boa instituição de ensino é fator decisivo na formação humana e acadêmica de crianças e adolescentes. O final do ano letivo é momento oportuno para avaliar o desenvolvimento escolar dos filhos e definir se é hora de mudar de escola. Segundo a pesquisa nacional do Instituto Escolas Exponenciais, 21% dos pais têm a intenção de trocar seus filhos de escola. O estudo foi realizado entre agosto e setembro de 2021 com mais de 500 escolas privadas em mais de 200 cidades de 25 Estados do Brasil.

Uma decisão que tem impacto no futuro dos filhos exige cautela, por isso não pode ser de última hora. Esse período de férias escolares é ideal para visitar escolas, conhecer pessoalmente os espaços e tirar todas as dúvidas sobre o projeto pedagógico e valores morais e éticos adotados, capacitação do corpo docente, atividades extra classe ofertadas e até sobre o planejamento nutricional.

Sempre que possível, converse com pais que tenham seus filhos matriculados na pretendida instituição. A palavra de quem já vive a rotina da escola com certeza vai fazer diferença na decisão.

A relação de proximidade entre a escola, alunos e as famílias favorece o processo de aprendizagem, por isso pergunte sobre as ações que são adotadas para fortalecer essa pirâmide. Informe-se ainda sobre os resultados obtidos em vestibulares e olimpíadas cientificas, convênios com instituições internacionais, bem como busque informações no site e redes sociais dos estabelecimentos.

É possível tornar o ambiente escolar instigante e atrativo para crianças e adolescentes por meio de tecnologia. Procure saber qual o papel da tecnologia no plano de ensino da instituição. Também é importante buscar escolas que ofertem formação bilíngue ou até quadrilíngue. O domínio de vários idiomas enriquece a formação escolar e molda jovens preparados para os desafios do mercado de trabalho globalizado. Não por acaso, pesquisa “Ensino e Aprendizagem da Língua Inglesa no Brasil: Desafios e Oportunidades” da Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil escutou mais de 130 mil alunos e apontou que 50% dos estudantes querem mais exposição ao inglês para aprenderem o idioma.

A escolha da escola vai muito além de um mero investimento financeiro. Isso porque a instituição de ensino tem participação central na formação humana de crianças e jovens. Não se esqueça, uma jornada escolar bem-sucedida começa pelo diálogo franco entre pais e filhos. Por isso, antes de selecionar qualquer instituição, converse com seu filho sobre o que ele espera da nova escola. Incluir a criança e adolescente nesse processo é fator importante, afinal, alunos felizes e motivados aprendem e vivem melhor.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Educação Educação Infantil Escolas particulares Escolas Públicas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.