Como a alimentação saudável pode ajudar na prevenção do câncer

Refeições ricas em processados, alimentos com aditivos químicos, mas pobres em alimentos frescos deixam nosso organismo mais suscetível à doença, explica a nutricionista Roberta Larica

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 09/02/2021 às 15h07
Atualizado em 09/02/2021 às 15h07
Alimentação fora de casa: gastos com restaurantes no ES reduziram no mês de outubro
Alimentação saudável é uma aliada na prevenção contra o câncer. Crédito: Senivpetro/Freepik

O Dia Mundial de Combate ao Câncer foi comemorado na última quinta-feira (4), uma data importante para chamar a atenção para esta grave doença, que faz milhares de vítimas pelo mundo. A data é celebrada uma vez ao ano, mas sabemos que os cuidados precisam ser diários, durante toda a vida. A alimentação é uma grande aliada na prevenção do câncer, mas ela não anda sozinha. A prática de atividades físicas e até o gerenciamento do estresse também são muito importantes, como aponta a nutricionista e comentarista da Rádio CBN Vitória, Roberta Larica.

Roberta Larica

Nutricionista

"Os casos de doenças crônicas são reflexo de nossas dietas, nosso estilo de vida no geral. As refeições são ricas em processados, alimentos com aditivos químicos, mas pobres em alimentos frescos. Isso tudo deixa nosso organismo mais suscetível"

Em entrevista ao jornalista Lucas Valadão, durante o quadro Boa Mesa CBN, a nutricionista destacou a importância do diagnóstico precoce. "Quando se descobre um câncer em estágio inicial, aumentam-se as chances de cura", completa.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), entre janeiro e maio de 2020 mais de 620 mil novos casos da doença foram diagnosticados no Brasil. Entre homens, o mais comum é o câncer de próstata; entre as mulheres, o de mama. Nesse mesmo período, foram mais de 220 mil mortes causadas pela doença no país, segundo o Inca.

  1. A Gazeta - gtqmu49kq
    01

    BUSQUE UMA ALIMENTAÇÃO MAIS LIMPA

    Segundo a nutricionista é preciso diminuir o contato com substâncias químicas, enlatados, processados e embutidos. "Descasque mais e desembale menos", diz.  Ela ainda aconselha que as pessoas frequentem mais as feiras livres, em busca de uma alimentação mais natural. "Inclua alimentos que ajudem na prevenção, como brócolis, couve-flor, repolho, açafrão, alimentos de cores laranja e verde-escura. Gengibre e ervas naturais também são recomendações da nutricionista.

  2. A Gazeta - dem38nslruc
    02

    REDUZA OS HÁBITOS PREJUDICIAIS À SAÚDE

    Roberta Larica chama a atenção para o consumo de álcool, o fumo e a ingestão de alimentos embutidos, que prejudicam a saúde e impedem uma alimentação saudável.  "Presunto e salsicha, por exemplo, podem se relacionar com um câncer de intestino", explica.

  3. A Gazeta - fnwcctb8
    03

    FAÇA UMA ATIVIDADE FÍSICA

    "Muitos que passam pelo meu consultório relatam sedentarismo, principalmente pela questão da pandemia. Mas é possível fazer a atividade física na varanda, no cantinho da casa e até procurar uma praia mais vazia para caminhar", lembra.

  4. A Gazeta - 0dcbe1k8
    04

    GERENCIE O ESTRESSE

    Roberta Larica diz que além da alimentação saudável, acompanhada de atividade física, é preciso cuidar do estresse: "Vejo como o principal 'calcanhar de aquiles'. O estilo de vida faz com que as pessoas fiquem exaustas. Isso é um gatilho para doenças como o câncer", alerta.

Saúde Alimentação câncer cbn cotidiano cbn vitoria Roberta Larica Alimentos Comportamento

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.