ASSINE

Caio, do BBB21, quer aumentar o nariz; entenda como funciona a cirurgia

O fazendeiro disse que gostaria de fazer uma cirurgia plástica para ter um ‘nariz de respeito’, maior. Cirurgiões plásticos explicam como é feito o procedimento

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 14/04/2021 às 17h57
Caio do BBB
Caio Afiune contou que pretende fazer uma cirurgia para ter um “narigão de presença”. Crédito: @afiune_caio

No BBB21, o fazendeiro Caio Afiune contou que pretende fazer uma cirurgia para ter um “narigão de presença”. Mas é possível aumentar o nariz? “É sim, com o uso de cartilagens. Nestes casos, em geral, é necessário usar cartilagem de costela. É como uma rinoplastia normal, mas com o uso das cartilagens como ‘enxertos’ para modelar o nariz", explica o cirurgião plástico Paolo Rubez, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), mestre em Cirurgia Plástica pela UNIFESP e especialista em Rinoplastia Estética e Reparadora pela Case Western University.

O médico explica que com as técnicas atuais de rinoplastia é possível alterar bastante o formato do nariz, mantendo um resultado natural e que também preserve a função respiratória. "É possível tanto aumentar quanto diminuir o nariz, mas sempre de acordo com as características de cada pessoa, para que fique harmônico com o resto do rosto”, acrescenta Paolo Rubez.

Estética do nariz

Segundo o cirurgião plástico Mário Farinazzo, membro Titular da SBCP e Chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), a rinoplastia de aumento permite elevar o dorso do nariz e projetar mais a ponta para melhorar a harmonia e até mesmo o apoio dos óculos. "Além disso, o procedimento também melhora a definição do nariz ao esticar a pele da região, que passa a apresentar a forma da estrutura criada com as cartilagens”, diz o médico.

A rinoplastia altera a estética do nariz através da manipulação de estruturas como cartilagem, osso e pele, visando proporcionar um aspecto natural e conferir harmonia à face. “No caso do uso da cartilagem da costela para aumentar o tamanho do nariz, ela costuma ser retirada da parte direita do tórax, por uma pequena incisão, de 2 a 3 cm, localizada no sulco da mama (dobra da mama das mulheres, ou a uma distância média de 5 cm abaixo da aréola nos homens). Por este acesso é retirado um fragmento de aproximadamente 3 cm da porção de cartilagem contida na costela, não trazendo nenhum prejuízo futuro ao paciente”, explica o médico Paolo Rubez.

Correções

O cirurgião plástico Ariosto Santos, que é presidente da SBCP/ES, diz que a procura pelo procedimento tem sido cada vez mais comum pelos homens. “A rinoplastia, tanto para diminuir quanto para aumentar o nariz, é um procedimento que exige um planejamento cirúrgico detalhado. O cirurgião precisa analisar o desenho da face do paciente, para garantir que a alteração não ficará desproporcional”, alerta. Ariosto explica, ainda, que a rinoplastia não tem apenas função estética. Durante o procedimento que altera o formato do órgão, também é comum que se faça correção de desvio de septo e retirada de adenoide – conjunto de tecido linfático localizado entre o nariz e a garganta –, o que melhora a respiração e diminui a frequência de infecções e alergias como rinite e sinusite.

Caio não está sozinho. Os homens brasileiros realizaram cerca de 300 mil cirurgias plásticas em 2019, segundo os dados mais recentes da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (Isaps). Isso representa 20% do total de cirurgias plásticas feitas no País, que é de quase 1,5 milhão. No Espírito Santo, 8.100 homens se submeteram a cirurgias plásticas no período.

Resultado

Outra opção para a realização da rinoplastia de aumento é o uso de próteses de silicone no lugar da cartilagem da costela, o que é especialmente comum no Oriente, onde esse tipo de procedimento é mais procurado. “Nos países orientais, a utilização da prótese de silicone é mais frequente pelo fato de ser mais acessível do que a cartilagem da costela. No entanto, nem sempre a rinoplastia de aumento realizada com essa técnica traz bons resultados, visto que a prótese de silicone pode ficar deslocada e até mesmo infeccionar, sendo necessário então retirá-la e trocá-la pela cartilagem da costela”, alerta Mário Farinazzo.

O inchaço após esse tipo de procedimento é comum, mas em geral já é possível ver melhoras no nariz logo após o uso dos curativos. O resultado, no entanto, aparece com cerca de um ano após a cirurgia. “O tempo de recuperação da cirurgia também vai depender da técnica. Normalmente, o repouso é de duas semanas e durante este período o paciente deve evitar exercícios físicos, esforço e o tabagismo”, recomenda Paolo. “Devido à complexidade do procedimento, é ideal conversar sobre suas expectativas com um cirurgião responsável e experiente na área”, finaliza o cirurgião plástico.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Beleza Saúde BBB 21

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.