No destaque, a região do Rio Marinho, em Vila Velha, na década de 30: com quase oito quilômetros de extensão, percorre o território capixaba da confluência entre os rios Formate e Jucu até a foz na Baía de Vitória 
No destaque, a região do Rio Marinho, em Vila Velha, na década de 30: com quase oito quilômetros de extensão, percorre o território capixaba da confluência entre os rios Formate e Jucu até a foz na Baía de Vitória . Crédito: Arquivo/Casa da Memória

Rio Marinho: pequeno em extensão, grande em sua história

Arquiteto e urbanista, Juliano Motta da Silva lança livro que conta a história do curso d'água que foi importante para a navegação e para o abastecimento da Grande Vitória

Publicado em 21/03/2020 às 11h00
Atualizado em 21/03/2020 às 11h00

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.