ASSINE

Presença no universo digital marcou o ano das Óticas Paris

Com a suspensão dos atendimentos presenciais, empresa precisou apostar em alternativa para manter as vendas e garantir a qualidade no atendimento aos clientes

Publicado em 16/12/2020 às 14h39
Atualizado em 16/12/2020 às 14h39
Óticas Paris
Mesmo com as atividades presenciais retomadas, as Óticas Paris pretendem expandir o atendimento on-line. Crédito: Óticas Paris/Divulgação

As Óticas Paris estão no mercado desde 1979 e, em toda a sua história, nunca haviam passado por um momento como o ano de 2020. A pandemia do novo coronavírus impôs novas regras sociais e uma delas foi o distanciamento social. A internet foi a ferramenta ideal para manter em contato aqueles que não podiam se encontrar. Por isso, a empresa precisou se reinventar para superar essa situação, e não perder as vendas. O ambiente virtual foi o espaço perfeito.

No início do ano, as apresentações e palestras ao vivo em plataformas digitais fizeram muito sucesso como uma forma alternativa de entretenimento. As Óticas Paris embarcaram nesse novo universo. “Para manter a empresa ativa, focamos na produção de conteúdo on-line. Fizemos lives informativas sobre os mais variados temas com psicólogos, economistas, justamente para distrair e gerar mais conhecimento”, conta Ana Luiza Gama de Azevedo, sócia das Óticas Paris.

Foi também nas redes sociais que a empresa continuou atendendo a emergências e fazendo vendas, já que os estabelecimentos de serviços não essenciais foram fechados por meses. “Usamos o Instagram e o WhatsApp para que, caso o cliente tivesse algum problema com os óculos, pudéssemos resolver. Acionamos um técnico que vai à casa da pessoa para atendê-la. Com isso, fidelizamos os clientes antigos e conquistamos novos”, comemora Ana Luiza.

E, mesmo com a retomada das atividades presenciais, a atuação na internet está se expandindo. A última novidade das Óticas Paris é a plataforma de e-commerce, ou seja, o site da empresa agora também é uma loja on-line. Ana Luiza explica que, apesar de ter inaugurado somente em dezembro, a ideia já era trabalhada desde o início do ano. A aplicação do projeto é recente, mas a empresária afirma que a estratégia de venda virtual já está fazendo toda a diferença.

Ana Luiza Gama de Azevedo e Getúlio Gomes de Azevedo, proprietários da Óticas Paris
Ana Luiza Gama de Azevedo e o pai, Getúlio Gomes de Azevedo, fundador da empresa. Crédito: Óticas Paris/Divulgação

Para 2021, Ana Luiza pensa em melhoria nas vendas, mesmo que as incertezas da pandemia ainda continuem. “O ano de 2020 começou muito bem. Esperamos que seja assim de novo, mas que desta vez continue por todo o ano. Porém, não podemos ter certeza de nada, e teremos que continuar trabalhando muito”, ressalta.

Ainda segundo a empresária, as investidas na presença digital continuarão no novo ano. Com a recente inauguração da plataforma de e-commerce, ela estará no foco das Óticas Paris para aumentar suas vendas e cartelas de clientes. Também será com muito trabalho e foco na satisfação dos clientes fidelizados e conquistados em 2020 que a empresa quer manter o seu posto de marca de valor em 2021. “Vamos trabalhar com ética, responsabilidade, qualidade e inovação”, finaliza Ana Luiza.

Marcas de Valor

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.