ASSINE

"Pedimos cautela", diz OMS sobre Olimpíada de Tóquio

Alerta aos organizadores dos Jogos Olímpicos acontece após o aumento do número de casos de covid-19 relacionados à realização da Eurocopa com a presença de público nos estádios

Publicado em 02/07/2021 às 16h13
Maria Van Kerkhove
Maria van Kerkhove, principal autoridade técnica da OMS para a covid-19 na sede global da agência. Crédito: Divulgação

A Organização Mundial da Saúde (OMS), que está aconselhando o Comitê Olímpico Internacional (COI) na véspera da Olimpíada de Tóquio, que começa no dia 23 de julho, está pedindo cautela para conter a disseminação do coronavírus, disse uma autoridade graduada da OMS nesta sexta-feira.

Multidões nos estádios de futebol da Euro 2020 e em pubs e bares das cidades-sede estão impulsionando o aumento atual de infecções de covid-19 na Europa, disse o escritório regional da OMS na quinta-feira.

Maria van Kerkhove, principal autoridade técnica da OMS para a covid-19 na sede global da agência, foi indagada quais lições a entidade está aprendendo com o torneio europeu para aconselhar o COI e os organizadores de Tóquio antes do início do evento.

"O COI e outros delineiam seus planos para a abordagem da Olimpíada, e estamos interagindo com eles e os aconselhando sobre o melhor uso destes planos", disse Van Kerkhove em uma coletiva de imprensa em Genebra.

Ela disse que a OMS está aprendendo com a Euro 2020, e acrescentou: "Se o vírus está presente e precauções não estiverem em vigor, o vírus se disseminará".

"Pedimos cautela. Pedimos que todos tenham cautela no que fazem", acrescentou.

"Pedimos que todos adotem uma abordagem com base nos riscos no que fazem e nas decisões que tomam. As escolhas que fazem e os eventos a que assistem têm consequências, boas e ruins".

A Gazeta integra o

Saiba mais
Coronavírus OMS Vacina Mundo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.