ASSINE

Biden restringe viagens da Índia aos EUA devido ao surto de Covid

A Índia vem batendo recordes seguidos de novos casos de coronavírus. Na quinta (29), foram 386 mil novas infecções, além de 3.498 mortes

Publicado em 30/04/2021 às 18h18
O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, discursa durante a cerimônia   de sua posse realizada no Capitólio, em  Washington (DC), nesta quarta-feira (20). Biden se tornou o   46º presidente a assumir o comando do país
O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, discursa durante a cerimônia de sua posse realizada no Capitólio, em Washington (DC). Crédito: PATRICK SEMANSKY/ESTADÃO CONTEÚDO

Os Estados Unidos vão vetar voos da Índia a partir de terça-feira (4) devido à propagação desenfreada da Covid-19 no país asiático, anunciou a Casa Branca nesta sexta-feira (30).

A secretária de imprensa Jen Psaki, em um comunicado, afirmou que a decisão segue orientação do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças, na sigla em inglês) e citou os números muitos altos de novos casos e a circulação de diversas variantes no país como razões para o veto.

A Índia vem batendo recordes seguidos de novos casos de coronavírus. Na quinta (29), foram 386 mil novas infecções, além de 3.498 mortes.

Nesta semana, os EUA anunciaram o envio de suprimentos médicos para ajudar o país a superar a crise. A carga, avaliada em US$ 100 milhões, inclui 15 milhões de máscaras, mil cilindros de oxigênio e 1 milhão de testes rápidos para a detecção do patógeno.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.