ASSINE

Biden diz conversar com países sobre compartilhar excedente de vacinas

Nesta segunda-feira, 15, a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, disse que os EUA estão "engajados" com outros países, inclusive o Brasil

Publicado em 16/03/2021 às 15h47
Atualizado em 16/03/2021 às 15h47
O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, discursa durante a cerimônia de sua posse realizada no Capitólio, em Washington (DC), nesta quarta-feira (20)
O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden. Crédito: JONATHAN ERNST/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta terça-feira, 16, que tem conversado com vários países sobre a possibilidade de compartilhar o excedente de vacinas contra a covid-19 do país. "Vocês saberão mais em breve", afirmou o democrata a repórteres na Casa Branca.

Nesta segunda-feira, 15, a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, disse que os EUA estão "engajados" com outros países, inclusive o Brasil, na discussão de uma possível doação de imunizantes. A assessora reforçou, contudo, que a prioridade do governo Biden é vacinar a população americana.

Na semana passada, Psaki havia afirmado que os EUA negaram todos os pedidos de doação de vacinas contra o coronavírus feitos por outros países até o momento. A porta-voz foi questionada, na sexta-feira, 12, sobre o estoque de doses do imunizante da AstraZeneca que os EUA detêm, já que o produto ainda não recebeu autorização para uso emergencial no país. De acordo com a porta-voz, o objetivo é ter "flexibilidade" na vacinação.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.