ASSINE

e-up! e caminhão elétrico são novas apostas da Volkswagen

Lançamento do e-Delivery, caminhão produzido no Brasil, e apresentação da versão elétrica do up! no Uruguai mostram entrada da VW na corrida da eletrificação

Publicado em 28/07/2021 às 16h38
Volkswagen e-up!
O e-up! entrega 83 cv (61 kW) de potência máxima e torque de 21,6 kgfm (212 Nm) e acelera de 0 a 100 km/h em 11,9 segundos. Crédito: Volkswagen/Divulgação

A Volkswagen apresentou, recentemente, o e-Delivery, versão eletrificada de um de seus caminhões mais utilizados para entregas urbanas. Com produção completamente desenvolvida no Brasil, o e-delivery tem entre seus destaques motor silencioso comparado ao de um caminhão a diesel, com entrega de 300kW com torque máximo de 2.150 Nm e bateria de autonomia de 250 quilômetros. Ao mesmo tempo, a montadora fez uma apresentação da versão elétrica do Volkswagen Up!, no Uruguai, primeiro modelo totalmente eletrificado da marca na América Latina.

“O VW e-up! é o segundo modelo dentro de nossa estratégia de eletrificação na América Latina, iniciada em 2019, com o híbrido plug-in VW Golf GTE, e destaca-se por ser o primeiro carro da marca VW totalmente elétrico a ser apresentado na região com potencial para ser comercializado no Uruguai nos próximos meses”, disse o presidente e CEO da Volkswagen América Latina, Pablo Di Si.

Os lançamentos fazem parte da estratégia da empresa de descarbonização na região da América Latina. Segundo a montadora, o objetivo é tornar a frota e toda a empresa neutras em carbono, no máximo, até 2050. A Volkswagen está alinhando sua transformação para a mobilidade elétrica com as condições específicas dos diferentes mercados em que atua.

Na América Latina, por exemplo, esta transição deverá ocorrer por meio dos biocombustíveis. Recentemente, a marca anunciou a criação de um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento no Brasil que irá liderar a criação de soluções tecnológicas a partir do uso da energia limpa de etanol e outros biocombustíveis para soluções de motorização híbrida e de combustão direcionadas a mercados emergentes para todas as marcas do Grupo Volkswagen no mundo.

“Nossa maior estratégia é a descarbonização. O elétrico com certeza é o futuro, mas estamos também trabalhando no desenvolvimento de tecnologias a partir do uso de biocombustíveis e híbridos”, afirma Di Si.

Volkswagen e-Delivery
O Volkswagen e-Delivery, versão eletrificada do caminhão urbano leve da montadora, chega em duas opções: 11 e 14 toneladas. Crédito: Volkswagen/Divulgação

O e-up possui sistema de propulsão 100% elétrico, zero emissão de gases poluentes e autonomia de aproximadamente 260 km. Sua bateria de íon de lítio tem capacidade de 32,3 kWh e o consumo pode ser de até 12,7 kWh/100 km, dependendo da forma de condução do motorista. Em termos de performance, o e-up! entrega 83 cv (61 kW) de potência máxima e torque de 21,6 kgfm (212 Nm) e acelera de 0 a 100 km/h em 11,9 segundos, atingindo a velocidade máxima de 130 km/h.

Com a bateria posicionada entre os eixos, o centro de gravidade do Volkswagen é baixo e o modelo possui três perfis de condução e cinco níveis de recuperação de energia selecionáveis de acordo com as necessidades do condutor. Segundo a montadora, com 60 minutos plugado a um sistema de recarga rápida (40 kW) as baterias conseguem recarregar até 80% da sua capacidade total.

O processo pode ser interrompido e iniciado a qualquer momento pelo aplicativo We Connect e-Remote, que permite ao proprietário controlar outras funções do veículo, como ligar o ar-condicionado, e conferir status do e-up!, como o nível de bateria e a média de consumo de energia.

PRIMEIRO CAMINHÃO 100% ELÉTRICO FEITO NO BRASIL

De produção 100% nacional, o Volkswagen e-Delivery chega em duas opções: 11 e 14 toneladas. Desenvolvidos, testados e fabricados no Brasil, os modelos são o resultado de R$ 150 milhões em investimentos feitos pela empresa, mais de 400 mil quilômetros de testes e a dedicação integral de um time formado por 150 engenheiros e técnicos brasileiros.

Segundo o vice-presidente de engenharia e CTO da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Rodrigo Chaves, o produto foi desenvolvido em linha com as soluções globais, cujos testes começaram há três anos. “É um produto robusto para atender o dia a dia e oferece uma autonomia de até 250 quilômetros”, destaca.

Volkswagen e-Delivery
As duas versões estão equipadas com um motor que entrega 300kW com torque máximo de 2.150 Nm . Crédito: Volkswagen/Divulgação

Os dois modelos estão equipados com um motor que entrega 300kW com torque máximo de 2.150 Nm desde a rotação zero. Equipados com suspensão pneumática de série, conta com seis módulos de bateria ou, opcionalmente, três módulos, de acordo com a autonomia necessária à operação. A versão mais leve tem peso bruto total de 10.700 kg e sua capacidade máxima de carga útil, somada à carroceria, chega a 6.320 kg.

Já a versão maior, tem peso bruto total de 14.300 kg e sua capacidade máxima de carga útil, somada à carroceria, chega a 9.055 kg, o que o configura como a maior de sua categoria em elétricos no Brasil. Todos os veículos estarão conectados 100% na plataforma Rio e terão garantia de cinco anos nas baterias.

O VW e-Delivery também vem com uma consultoria comercial, com análise e instalação de carregadores na garagem, incluindo a reciclagem de baterias. A empresa preparou novos planos de manutenção e estrutura de serviços e pós-vendas desenhados para assegurar a disponibilidade do veículo e reduzir seu custo operacional.

“O e-Delivery abre um novo capítulo que vai mudar a dinâmica da população. Ele possui baixo ruído, ideal para entregas noturnas e todas as concessionárias da marca já estão preparadas para oferecer serviços e peças de reposição. E pelo QR code do veículo é possível acessar um aplicativo, onde nossos técnicos estarão prontos para realizar o atendimento, equipados com óculos de realidade virtual”, observa o presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus, J. Ricardo Alouche.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Volkswagen Carro Elétrico Volkswagen E-delivery Volkswagen E-up

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.