ASSINE

Caloi relança Mobylette, sucesso nos anos 1980, com motor elétrico

Fabricante de bicicletas anunciou novidade por R$ 9.199,00. A bateria, instalada debaixo do banco, oferece uma autonomia de até 30 km

Publicado em 18/03/2022 às 15h00
Mobylette
Mobylette elétrica é equipada com um motor de 350W (Watts) de potência, que pode ser acionado tanto pelo movimento da pedalada, como pelo acelerador integrado. Crédito: Caloi/ Divulgação

A fabricante de bicicletas Caloi anunciou, nesta semana, o relançamento no mercado brasileiro da Mobylette, veículo motorizado que foi sucesso de vendas no Brasil, principalmente nas décadas de 1970 e 1980.

"A lenda voltou", diz o slogan da campanha de lançamento do produto. O preço sugerido é de R$ 9.199,00.

Diferentemente da versão antiga, movida à gasolina, a nova Mobylette vem na versão elétrica. "Em um mundo sustentável, a modernidade exige novos comprometimentos", diz a empresa.

A Mobylette está disponível para compra no Mercado Livre. A previsão é que, a partir do próximo dia 28, o produto também esteja disponível em "bike shops" de todo o país. ​

Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica

Mobylette
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica. Caloi/ Divulgação
Mobylette
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica. Caloi/ Divulgação
Mobylette
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica. Caloi/ Divulgação
Mobylette
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica. Caloi/ Divulgação
Mobylette
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica. Caloi/ Divulgação
Mobylette
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica. Caloi/ Divulgação
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica
Mobylette é relançada no Brasil em versão elétrica

O modelo é equipado com um motor de 350W (Watts) de potência, que pode ser acionado tanto pelo movimento da pedalada, como pelo acelerador integrado. A bateria, instalada debaixo do banco, oferece uma autonomia de até 30 quilômetros.

"A Mobylette marcou gerações e sua memória permaneceu viva na cultura brasileira. Agora trazemos de volta a Mobylette às ruas, mas de uma nova forma, com visual urbano mais moderno, na versão elétrica, redefinindo o futuro da mobilidade", disse Eduardo Rocha, diretor de marketing da Caloi, em comunicado.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Mobilidade Urbana veículos Motor Elétrico

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.