ASSINE

5 mitos e 5 verdades na hora de economizar gasolina

Alta nos preços tem feito com que motoristas busquem formas de usar mais racionalmente o combustível. Mas nem tudo é verdade

Publicado em 17/03/2021 às 14h59
Atualizado em 17/03/2021 às 14h59
Economia de combustível
Nem tudo o que se ouve por aí para economizar combustível é verdade. Crédito: Freepik

Com os aumentos sucessivos do preço dos combustíveis no Brasil, andar de carro tem se tornado um exercício estratégico. Afinal, aqueles R$ 50 que antes se colocava e dava para correr a semana inteira ficaram para trás. Agora, o motorista pensa duas vezes na sua forma de conduzir e no estado do carro, para evitar gastos desnecessários.

Mas será que tudo o que se ouve por aí para economizar combustível é verdade? Por exemplo: gasolina aditivada é bom para reduzir os gastos? Ou é melhor trocar o carro por um com motor 1.0? E deixar o carro quase na reserva, ajuda em alguma coisa?

Segundo o instrutor do curso técnico de Manutenção Automotiva do Senai-ES, Anderson Pardin, a resposta para todas essas perguntas é “não”. Isso porque a gasolina aditivada tem o mesmo rendimento da gasolina comum. Já a economia de um carro com motor 1.0 para um mais potente vai variar de acordo com vários fatores, começando pelo peso dele. E manter o tanque sempre próximo da reserva não tem nada de econômico, pelo contrário, em dias muito quentes e se o carro estiver estacionado no sol, a tendência é que esse combustível evapore.

O ideal é que o tanque fique entre a metade e dois terços cheios, mas Pardin avisa que não existe “receita de bolo”. O ideal para a saúde do carro e também para a economia de combustível, é evitar o desperdício e também os excessos, pois até mesmo um tanque muito cheio, pode ser um problema.

“Outro cuidado que se deve ter é na hora de abastecer, quando encher o tanque, e a bomba desativar, não encher mais do que isso. Se o combustível ficar acima do nível dentro do tanque, você pode prejudicar o funcionamento do veículo, porque onde deveria haver os gases da combustão, vai ter líquido”, observa Pardin.

5 MITOS SOBRE ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL

  1. A Gazeta - rphxxws
    01

    Mito: gasolina aditivada rende mais

    Com um valor mais alto do que a comum, a diferença das duas é praticamente inexistente no quesito de rendimento. Mas ela é uma boa aliada para a limpeza do motor. O mesmo vale para a premium, que é indicada para motores de alto desempenho, ou seja, em um carro comum, não vai fazer muita diferença. O ideal é abastecer em postos confiáveis.

  2. A Gazeta - 5afpy5fdh
    02

    Mito: descer no ponto morto

    Muita gente ainda acredita nesse mito, mas o que ele pode causar mesmo é algum problema mecânico e não economia. Quando está descendo com o veículo engrenado, o próprio sistema já entende que não precisa fazer muita força.

  3. A Gazeta - oy0h66i6yh
    03

    Mito: tanque próximo ou na reserva

    Andar sempre perto da reserva ou com o tanque vazio causa justamente o efeito contrário e o motorista ainda corre o risco de ficar no meio do caminho. Em dias muito quentes, com um carro parado no sol, a tendência é que o combustível evapore. Isso é uma ação normal (do contrário, o tanque explodiria pela pressão dos gases), mas com o reservatório mais vazio, a tendência é que o combustível evapore mais rápido.

  4. A Gazeta - zlyicl9
    04

    Mito: só carro 1.0 é econômico

    Um mito de marca maior, porque depende de vários fatores e um deles está relacionado ao peso. Carros maiores e mais pesados precisam sim ter um motor mais potente. Mas é preciso, antes de tudo, saber a sua necessidade e escolher o veículo de acordo com o seu uso. De nada adianta comprar um carro de toneladas com motor 1.4 e esperar pelo mesmo consumo de um veículo que pese menos.

  5. A Gazeta - jrz7vg4
    05

    Mito: encher metade do tanque com etanol e a outra com gasolina

    Não existe nenhuma prova científica de que possa ocorrer economia de combustível nessa situação. Só sairia mais barato se o preço do etanol estiver compensando e se o seu tanque não estiver completo. 

5 VERDADES QUE AJUDAM A ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL

  1. A Gazeta - uubh94tu
    01

    Verdade: manter pneus calibrados

    Manter os pneus cheios ajuda a diminuir o atrito com o solo, logo, o veículo precisa fazer menos força para se locomover. O ideal é que se faça a calibragem pelo menos uma vez por semana e no máximo a cada 15 dias. Ler o manual do veículo para saber todos os detalhes sobre isso é também imprescindível.

  2. A Gazeta - lshgp1zbd
    02

    Verdade: manutenção em dia

    Um carro com a manutenção em dia não desperdiça combustível. Faça a limpeza das velas, filtros, troca de óleo periodicamente e obedeça sempre as observações e especificidades de cada carro, seguindo sempre o que está sendo indicado no manual.

  3. A Gazeta - qll4568
    03

    Verdade: velocidade x consumo

    Sim, quanto mais você acelerar, mais combustível irá gastar. Frear bruscamente também. O ideal é manter sempre uma velocidade constante, fazer a troca de marchas de forma gradual, para evitar que haja acelerações ou frenagens desnecessárias. Não adianta querer bancar o piloto de corrida no trânsito, principalmente durante um engarrafamento. Isso vai apenas deixar você e os demais motoristas nervosos.

  4. A Gazeta - ash9nc6p
    04

    Verdade: carro pesado

    Um carro com bastante peso (malas, material de construção ou com pessoas além da capacidade) só vai consumir mais combustível, pois será necessária uma força maior para que o veículo locomova. Retire os excessos de dentro do carro e cuidado com a quantidade máxima permitida para carregar pessoas.

  5. A Gazeta - x55jsyq
    05

    Verdade: ar-condicionado x janelas abertas

    Neste item, será necessário fazer uma escolha, já que o ar-condicionado demanda sim do motor do carro, consequentemente aumentando o consumo de combustível. Em dias quentes acaba sendo insuportável para muita gente andar apenas com os vidros abertos ou com o ventilador ligado (o que ainda pode provocar a circulação de um ar mais quente dentro da cabine). Isso na cidade, com velocidades até 60 km/h. Na estrada, dirigindo a mais de 60km/h, o ideal é que as janelas estejam fechadas para evitar que o vento invada a cabine do carro e aumente, dessa forma, o atrito com o ar.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.