ASSINE

Presidente do Atlético sugere adiar jogo após tragédia em Brumadinho

Clássico contra o Cruzeiro está marcado para este domingo (27), no Mineirão

Publicado em 26/01/2019 às 20h22
O estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG). Crédito: Divulgação
O estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG). Crédito: Divulgação

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, se posicionou a favor de adiar o clássico deste domingo (27) contra o Cruzeiro, marcado para às 11h, no Mineirão. Segundo o mandatário, não há clima para os clubes entrarem em campo após o rompimento da barragem Córrego do Feijão, em Brumadinho, na última sexta-feira (25).

Por meio da assessoria de comunicação do Galo, o presidente se mostrou a favor da não realização do jogo contra o maior rival.

"Futebol é alegria, é comemoração, é festa...há clima para a realização de um jogo de futebol em Belo Horizonte diante dessa tragédia ocorrida com nossos conterrâneos? Tenho absoluta convicção que não! Em respeito às vidas que se perderam e ao sofrimento de seus familiares e amigos, penso que a maior festa do futebol mineiro deveria ser adiada!", disse Sette Câmara.

Na última parcial informada pelo Cruzeiro, mais de 44 mil torcedores já estão com o ingresso garantido para o jogo no Mineirão. Até a publicação da matéria, a diretoria do clube celeste ainda não havia se manifestado sobre o assunto.

Na noite da última sexta-feira, a Federação Mineira de Futebol (FMF) havia informado que a terceira rodada do Campeonato Mineiro estava mantida. Neste sábado, segundo informações da Rádio Itatiaia, dirigentes se reuniram para avaliar a possibilidade de adiamento. Contudo, há dificuldades para achar datas. Em março, o final de semana do Carnaval está livre, mas em razão de um pedido da Polícia Militar, que solicitou que não houvesse jogos em Belo Horizonte no feriado devido ao grande número de foliões na cidade.

A Gazeta integra o

Saiba mais
brumadinho

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.