ASSINE
Oferecimento:
Modo de Visualização:

Desafios, jejum de títulos e propostas: Ademar Rocha assume o Vitória

Nascido em Vitória e com 59 anos de idade, Ademar Rocha é administrador de empresas e ex-vereador de Vitória, além de ser sócio do clube alvianil há 15 anos

Publicado em 03/01/2018 às 16h17

Presidente eleito do Vitória Futebol Clube, Ademar Rocha tomou posse na tarde desta terça-feira (02), para o mandato do triênio 2018/2020. O mandatário concedeu entrevista exclusiva para o site oficial do Vitória, onde falou sobre vários aspectos, desde os desafios e problemas que enfrenta a partir desta data, até sobre a montagem do elenco Alvianil.

Ademar Rocha assume a presidência do Vitória. Crédito: Wagner Chaló/Vitória FC
Ademar Rocha assume a presidência do Vitória. Crédito: Wagner Chaló/Vitória FC

Nascido em Vitória e com 59 anos de idade, Ademar Rocha é administrador de empresas e ex-vereador de Vitória, além de ser sócio do clube alvianil há 15 anos. Na diretoria passada, ele exerceu o cargo de Diretor de Patrimônio. Além de Ademar, o novo corpo diretor do clube é composto pelo Vice-presidente Paulito José Segundo, Antônio Geraldo Perovano, que ocupa o cargo de Presidente do Conselho Deliberativo, e Adalberto Amorim Mendes, que deixou o cargo de Presidente do clube para ser o Vice-presidente do Conselho Deliberativo. Gilberto Santos segue como Supervisor de futebol.

Leia a entrevista completa:

 

Desafios

"Primeiro eu quero agradecer a confiança das pessoas que acreditaram e me colocaram nesse mandato de presidente nos próximos três anos. Os desafios do Vitória são iguais aos desafios de todos os clubes do estado do Espírito Santo. E são muitos. Aqui a gente tem que matar um leão todo dia. E disposição não falta. Eu chego aqui por volta de 7h30/8h e não tenho hora para sair. São os desafios do dia a dia. E o principal desafio do futebol, acho que do Brasil inteiro, e o Espírito Santo não é diferente, é a questão financeira. Todos os clubes hoje têm problemas financeiros para resolver. E nós, aqui no Vitória, temos problemas financeiros para resolver todos os dias."

Como resolver os problemas

"Nós temos um grupo aqui no Vitória muito forte, muito unido. A gente é uma família. Inclusive eu nem vou citar nomes, porque posso esquecer de algum, e deixar a pessoa constrangida e chateada. Nosso grupo é composto por 11 pessoas que tratam o clube como se trata a própria casa. Não pode ser diferente. Temos pessoas aqui que o sangue Alvianil corre nas veias, que não gostam de ver o Vitória em dificuldade. Esse mês de janeiro é atípico, onde a maioria das pessoas estão viajando. E eu estou encarando esse mês praticamente todos os dias e mais os contatos por telefone. Mas estou com muita disposição. O nosso grupo aqui é unido. Fechado."

Novas ideias

"Eu o Gilberto Santos (supervisor de futebol) estamos viabilizando uma parceria com uma empresa para dar vida ao clube, não deixá-lo só na questão do futebol. É trazer o associado para dentro do clube. Botar mais gente, aumentar esse grupo de 11 pessoas e fazer com que as pessoas venham pra cá e gostem de estar aqui dentro. Nós temos a ideia de fazer uma choupana do lado da piscina, com uma churrasqueira também, para que o associado possa trazer sua família e passar o sábado, o domingo, o feriado aqui no clube. Que eles tenham o clube e o Vitória como referência. De futebol, de lazer e para que possamos ter mais associados e consequentemente, mais contribuição para dentro do clube."

Calendário pequeno

"O calendário maior seria bom para o clube e para o atleta também, pois ele fica desempregado nos períodos sem competição. E sem futebol, como fazemos para trazer os patrocinadores? Por isso que nesse hiato entre as competições, temos que dar vida ao clube de forma diferente que não seja o futebol. E é nisso que a gente está tentando trabalhar, comprando ideias. Inclusive quem tiver ideias boas, pode trazer para a gente. Nesse período, a gente não quer abrir os portões do clube para meia dúzia de pessoas. Queremos gente aqui para dar vida ao clube."

Montagem do elenco

"Nós fizemos dois testes contra equipes Sub-20, que já vêm treinando faz algum tempo e o Vitória foi bem. O elenco tem peças de reposição, é mesclado, tem alguns jovens com atletas mais experientetes. Nós mudamos a metodologia de contratação, da que foi feita no passado. É até um segredo nosso. E se der certo, a gente vai pensar se passa para os outros clubes. Porque o importante é o fortalecimento do futebol capixaba."

Momento de ser campeão

"O clube vive de títulos. Se você não ganha títulos, você afugenta o torcedor. Se o Vitória conseguir êxito em 2018, não tenho dúvidas de que irá alavancar nos próximos dois anos."

Recado para o torcedor

"Acreditar. Confiar. Ajudar. Não nos falta disposição. É criticar, se tiver de criticar, mas de forma construtiva. O torcedor participa com a gente, principalmente nos momentos de dificuldade, sabe como é. Toda segunda-feira o torcedor participa das nossas reuniões. Nós colocamos no quadro de avisos todas nossas demandas, receitas, despesas... Então o torcedor que comparece, que apoia o time na arquibancada, tem consciência do que está acontecendo e por tudo que passa o Vitória Futebol Clube."

Transparência

"Eu conversei individualmente com cada atleta, sem exceção. Eles sentaram junto ao presidente do clube e o que nós acertamos, está sendo cumprido. A maior prova disso, é que no último dia útil de dezembro, eles receberam o pagamento deles em dia."

Atividade no Salvador Costa

O Vitória treina em dois períodos durante esta semana. No sábado, às 9h, enfrenta um selecionado de Vila Velha. Na próxima semana, na quinta-feira (11), às 20h, encara o Botafogo, em amistoso no Kleber Andrade.

A Gazeta integra o

Saiba mais
futebol vitória

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.