> >
Apresentado no Vasco, capixaba Edimar espera fazer grande temporada

Apresentado no Vasco, capixaba Edimar espera fazer grande temporada

Lateral disse que teve propostas de equipes da Série A, mas optou pelo Cruz-Maltino por sua tradição. Ele citou que já tem o respeito do jovem, que encantou a torcida em 2021...

Publicado em 11 de janeiro de 2022 às 12:21- Atualizado há 3 anos

Ícone - Tempo de Leitura 2min de leitura

Para trazer experiência e boa marcação pelo lado esquerdo, Edimar chegou ao Vasco. Em sua apresentação, o novo camisa 6 explicou que teve outras propostas, inclusive de clubes da Série A, mas optou pelo Cruz-Maltino por seu tamanho e tradição no futebol brasileiro.

Vasco
O capixaba Edimar foi apresentado ao Vasco nesta terça-feira (11). (Rafael Ribeiro/Vasco)

O lateral também falou da alegria de vestir o mesmo número de um dos maiores ídolos: Felipe, e da relação com o jovem e promissor Riquelme.

"O que pesou para jogar no Vasco foi o tamanho da camisa, da história. Fiz uma temporada muito boa pelo RB Bragantino, chegamos à final da Sul-Americana. Tinha propostas da Série A, mas escolhi vir para o Vasco pelo tamanho e pela camisa. Para a minha carreira vestir essa camisa é muito importante. Vamos fazer um grande ano", disse o lateral, e emendou ao falar de Felipe:

"Quem não conhece a história do Felipe no Vasco? Depois virou meia, mas fez história no clube, assim como o Mazinho, o Riquelme, que tem uma margem de progressão muito grande. Fizeram grandes jogadores aqui, e eu sei da responsabilidade. Espero honrar essa camisa", disse Edimar.

O jogador chega para disputar a posição com Riquelme, que foi um dos poucos destaques do Vasco na última temporada. Aos 35 anos, o jogador pode orientar o jovem, que precisa ser lapidado e começará a sua primeira temporada desde o início entre os profissionais.

Este vídeo pode te interessar

"Sou muito tranquilo. Vivi fora do país por oito anos e você aprende a respeitar seu companheiro de posição. O Riquelme tem um talento nato, passagem por Seleção e carinho do torcedor. Não é porque sou mais velho que eu não vou respeitá-lo. E já senti o respeito por parte dele. Vamos fazer nossa parte para ajudar o Vasco", finalizou.

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

Tags:

A Gazeta integra o

The Trust Project
Saiba mais