ASSINE

Após três anos, Cachoeiro vai voltar a ter rotativo em 30 dias

A contratação da nova empresa, deve, segundo a Prefeitura, gerar 35 empregos diretos

Publicado em 15/08/2019 às 12h20
Atualizado em 24/08/2019 às 07h08
Rotativo deve ter 2.186 vagas - destas, 1.767 são para carros e 419, para motos. Crédito: Divulgação/PMCI
Rotativo deve ter 2.186 vagas - destas, 1.767 são para carros e 419, para motos. Crédito: Divulgação/PMCI

O serviço de estacionamento rotativo público em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado, volta a funcionar em 30 dias. Desde 2016, o município suspendeu o serviço por recomendação da Justiça.

A contratação da nova empresa, deve, segundo a Prefeitura de Cachoeiro, gerar 35 empregos diretos. A empresa vencedora da licitação vai investir mais de R$ 2 milhões no sistema.

Na próxima semana, a empresa iniciará a sinalização das 2.186 vagas – destas, 1.767 são para carros e 419, para motos. O contrato entre a Prefeitura e o consórcio vencedor da licitação para operar o serviço foi assinado na tarde desta quinta-feira (15), em solenidade realizada no gabinete do prefeito Victor Coelho, no Palácio Bernardino Monteiro.

O antigo contrato era administrado pelo Hospital Infantil Francisco de Assis. Só que no dia 23 de março de 2016 foi suspenso pela Prefeitura, após a Justiça considerar o contrato inconstitucional. Desde então, as vagas começaram a ser disputadas por flanelinhas.

VAGAS

Segundo a Prefeitura de Cachoeiro, nos próximos 30 dias, a empresa realizará os trabalhos de demarcação das vagas. O serviço será oferecido de forma gratuita nos primeiros 30 dias de operação.

Quando começar a cobrança, por meio de aplicativo de celular, será possível efetuar pagamento e consultar disponibilidade de locais para estacionar.

As vagas serão estabelecidas em duas áreas: Área Azul, que possui maior ocupação urbana, onde os veículos poderão permanecer estacionados numa mesma vaga por até 2h; e Área Verde, que se situa no entorno da Área Azul, onde os veículos poderão permanecer estacionados em uma mesma vaga pelo período de até 4h.

O modelo terá parquímetros, sensores automáticos de ocupação e desocupação de vagas e dispositivos móveis, de forma integrada. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.