ASSINE

Suspeito de ser o mandante de sequestro de vereador do ES é preso no RJ

Josué José Cirilo, suplente do vereador Antônio Marcos Bonifácio de Souza,  foi preso pela Polícia Militar carioca no início da noite desta sexta-feira (5)

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 05/03/2021 às 20h42
Carro usado no sequestro em Brejetuba foi apreendido pela Polícia. Josué (destaque) é procurado pela polícia
Carro usado no sequestro foi apreendido pela Polícia. Josué (destaque) é procurado pela polícia. Crédito: Divulgação/PCES/DivulgaCand

Josué José Cirilo foi preso pela Polícia Militar do Rio de Janeiro na noite desta sexta-feira (5), suspeito de ser o mandante do sequestro do vereador de Brejetuba, Antônio Marcos Bonifácio de Souza (Cidadania), no dia 17 de fevereiro. Ele é suplente do político, estava em uma casa no bairro Paciência, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A polícia informou que havia a suspeita de que Josué pudesse estar escondido na casa de parentes, já que familiares dele moram na capital carioca. A polícia conseguiu identificar o local de trabalho do sobrinho do suspeito, que seria um dos esconderijos utilizados por Josué. 

As equipes foram até o local e encontraram o sobrinho de Josué, que os levou até a casa onde o suspeito estava escondido, no bairro Paciência. De acordo com a Polícia Militar, Josué não ofereceu resistência à prisão. Ele é acusado de extorsão mediante sequestro, segundo a polícia.

RELEMBRE O CASO

A Justiça já havia expedido um mandado de prisão preventiva contra Josué, que estava foragido. Segundo o delegado Cláudio Rodrigues, que comanda as investigações, a motivação para o crime foi ameaçar o vereador para que ele renunciasse ao cargo e o suplente assumisse a cadeira na Câmara de Vereadores. "Já havia ocorrido uma tentativa anterior para que Antônio deixasse o cargo. Josué tinha oferecido um emprego e dinheiro ao vereador Antônio, 15 dias antes do sequestro", contou o delegado.

O sequestro aconteceu no dia 17 de fevereiro. O vereador contou que, naquele dia, estava indo para sessão na Câmara de Vereadores quando foi parado na rua por um homem que dirigia um Volkswagen Gol vermelho.

Antônio Marcos Bonifácio de Souza, o Antônio da Saúde (Cidadania), foi vítima de sequestro
Antônio Marcos Bonifácio de Souza, o Antônio da Saúde (Cidadania), foi vítima de sequestro. Crédito: Reprodução/Instagram

O motorista pediu ajuda para conseguir um atendimento médico para a esposa dele, que estaria com dificuldades no posto de saúde. Pediu para o vereador ir com ele até o posto, dizendo que depois daria carona de volta para a Câmara. O vereador aceitou e entrou no carro. Só que no caminho, segundo o vereador, o motorista parou e pegou outro comparsa, que estaria armado, e os dois o sequestraram e foram em direção ao interior.

“Fizeram ameaças de morte se eu não renunciasse meu cargo, pois diziam que havia traído um antigo vereador. Chorei muito, pois fizeram ameaças à vida do meu filho. Me levaram até Viana, onde me deixaram com meu celular”, contou o vereador que não voltou à cidade, por motivos de segurança.

Um suspeito de conduzir o veículo no sequestro foi preso e confessou aos investigadores que cometeu o crime a mando do suplente do vereador. "Pelo depoimento do colaborador, do corréu, e da vítima há fortes suspeitas de que o suplente é o mandante", reforçou o delegado.

Atualização

5 de Março de 2021 às 21:57

Após a publicação desta matéria, a Polícia Militar confirmou as informações a respeito da identidade de Josué , assim como do lugar onde ele foi encontrado. O texto foi atualizado.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.