ASSINE

Polícia prende envolvidos no assassinato de comerciante em Cariacica

A polícia prendeu três homens envolvidos no homicídio de Rodrigo Santos Nascimento em maio deste ano. Segundo a polícia, homem já integrou grupo rival dos suspeitos no tráfico, mas havia aberto uma pizzaria para trabalhar em Nova Rosa da Penha I

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 20/07/2021 às 17h41
A polícia apreendeu o carro utilizado no assassinato de Rodrigo Santos Nascimento, em Cariacica
A polícia apreendeu o carro utilizado no assassinato de Rodrigo Santos Nascimento, em Cariacica. Crédito: Divulgação/PCES

Três homens apontados como autores do assassinato de Rodrigo Santos Nascimento em 21 de maio deste ano no bairro Nova Rosa da Penha I, em Cariacica, foram presos durante operação da Polícia Civil nesta terça-feira (20). Um carro utilizado na fuga dos criminosos também foi apreendido durante a ação. Um quarto envolvido no crime, que, segundo a polícia, foi o autor dos disparos, não foi localizado.

De acordo com o delegado Eduardo Khaddour, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cariacica, informou que a motivação do crime foi por conta de uma antiga disputa do tráfico. Segundo Khaddour, Rodrigo e o irmão, morto em 2012, possuíam envolvimento no tráfico de drogas e eram rivais do grupo do qual fazem parte os quatro envolvidos. 

"O Rodrigo tinha um irmão, de nome Wellington, que foi morto no ano de 2012 por um dos integrantes desse grupo criminoso que a gente prendeu. O Rodrigo foi preso em 2011. Quando saiu da prisão, ele ficou um tempo fora de Nova Rosa da Penha, morando em outro bairro e, no início desse ano, retornou para Nova Rosa da Penha. Esse retorno dele gerou uma desconfiança nesse grupo criminoso rival, achando que o Rodrigo ia vingar a morte do irmão, mas não tinha nenhum indicativo que isso fosse acontecer. Eles se anteciparam e executaram o Rodrigo de forma cruel, sem total chance de defesa", detalhou o delegado.

Khaddour explicou ainda que Rodrigo havia aberto uma pizzaria no bairro e estava trabalhando, não tendo mais envolvimento com o tráfico de drogas da região. O delegado contou que um dos quatro apontados como autores do crime conhecia a vítima e o atraiu para uma armadilha. Rodrigo foi assassinado com seis tiros. A operação, segundo o delegado, tinha o objetivo de prender os envolvidos e encontrar elementos relacionados ao crime. A equipe conseguiu apreender o veículo, modelo Volkswagen Gol branco, usado na execução

"O Rodrigo abriu uma pizzaria, estava trabalhando com uma pizzaria. Ele conhecia um dos autores desse crime, e esse autor o atraiu para um local. Chegando nesse local, ele foi morto. A operação visava prender esses elementos e localizar objetos relacionados ao crime, o que de fato aconteceu. A gente apreendeu o veículo que foi utilizado no crime. Esse veículo levou os autores até o local. Após executar o Rodrigo, eles se evadiram nesse veículo", disse.

O delegado ainda ressaltou que um dos homens presos na operação permaneceu na cena do crime durante o trabalho dos agentes. Para Khaddour, isso foi uma tentativa de intimidar testemunhas que pudessem fornecer alguma informação aos policiais, uma vez que o assassinato aconteceu em uma área movimentada e durante o dia.

"Um dos autores que foi preso hoje (terça-feira), após cometer o homicídio, ficou na cena do crime, acompanhando o trabalho da perícia, o trabalho da equipe de plantão, com o intuito de intimidar pessoas que pudessem aparecer ali e prestar alguma informação inicial para os policiais que estavam atendendo a ocorrência. O crime foi cometido às 13h, em um local movimentado" finalizou.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.