ASSINE

Ossada humana é descoberta durante voo de parapentista em Marataízes

Os restos mortais estavam em uma área de pasto queimado. No crânio havia duas perfurações, que a polícia acredita ser por arma de fogo

Cachoeiro de Itapemirim
Publicado em 24/01/2021 às 13h55
Atualizado em 24/01/2021 às 13h55
Ossada foi encaminhada ao SML de Cachoeiro . Crédito: Foto do leitor
Ossada foi encaminhada ao SML de Cachoeiro . Crédito: Foto do leitor

Uma ossada humana foi descoberta neste sábado (23), na região de Lagoa Dantas, em Marataízes, Litoral Sul do Espírito Santo, durante um voo de parapente. Os restos mortais estavam em uma área de pasto queimado. No crânio havia duas perfurações, que a polícia acredita ser resultado de tiros por arma de fogo.

Polícia Militar foi acionada depois que um parapentista que sobrevoava a região das falésias viu a ossada. Os militares foram até o local e chamaram a perícia, que constatou ser uma ossada humana com duas perfurações no crânio.

Próximo aos restos mortais havia uma identidade, um anel dourado e um projétil de arma de fogo. A ossada foi encaminhada ao Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim para investigação e identificação da vítima.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.