ASSINE

Moradores relatam madrugada de tiros em Pinheiros

A Polícia Militar informou que recebeu diversas ligações durante a madrugada falando sobre os disparos, mas não localizou nenhum suspeito

Rede Gazeta
Publicado em 10/06/2021 às 09h00
Moradores relatam barulho de tiros durante a madrugada em Pinheiros
Moradores relatam barulho de tiros durante a madrugada em Pinheiros. Crédito: Morador de Pinheiros

Moradores de Pinheiros, no Norte do Espírito Santo, relataram que acordaram durante a madrugada desta quinta-feira (10) sob forte barulho de tiros em bairros do município. A Polícia Militar afirmou que recebeu diversas ligações informando sobre os disparos, mas não localizou nenhum suspeito.

Segundo relato de moradores, o barulho começou por volta das 2h30 e durou até as 4h da madrugada, quando a Polícia Militar fez um patrulhamento pelas ruas da cidade.

No Boletim de Ocorrência, consta que os militares receberam diversas ligações e que estaria ocorrendo uma intensa troca de tiros entre indivíduos dos bairros Galileia e Domiciano.

Após as ligações, os militares fizeram um patrulhamento nos bairros Galileia, Domiciano, Vila Verde, Santo Antônio, onde, segundo a Polícia Militar, “há os principais pontos usados pelos criminosos como ponto de apoio para a efetuação de ações criminosas”.

Ainda de acordo com a PM, os policiais realizaram buscas, mas não localizaram nenhum suspeito.

Por meio de nota, a  Polícia Civil afirmou que "não houve nenhum flagrante encaminhado à 17ª Delegacia Regional de Nova Venécia relativo ao fato. No entanto, cabe destacar que a inteligência da Polícia Civil monitora as atividades criminosas em todos os ambientes e realiza trabalho investigativo contra o tráfico de drogas em todo o Estado".

Ainda segundo a PC, o Disque-Denúncia 181 é a melhor forma da população auxiliar a polícia com informações que levem à prisão de criminosos. "O sigilo é garantido e todas as informações são investigadas. O 190 deve ser acionado em caso de crime em andamento".

MAIS REGISTRO DE VIOLÊNCIA EM PINHEIROS

Nesta semana, outro caso de violência foi registrado no município de cerca de 27 mil habitantes. Dois suspeitos assaltaram um supermercado e levaram mais de R$ 52 mil em dinheiro em espécie e cheques.

Na ocasião, o gerente do estabelecimento relatou que os indivíduos chegaram no exato momento em que um funcionário saía do supermercado com um malote para realizar pagamentos. De acordo com o titular da Delegacia de Polícia de Pinheiros, delegado Leonardo Ávila, ninguém ainda foi preso e o caso segue sob investigação.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.