ASSINE

Menina de 9 anos acha mãe esfaqueada e morta no chão do banheiro

Elizângela Teixeira de Lacerda, de 36 anos, era babá. Ela morava com duas filhas e o namorado numa casa no bairro Castelo Branco

Publicado em 20/02/2021 às 11h25
Atualizado em 22/02/2021 às 22h07
A babá Elisângela Teixeira de Lacerda, de 36 anos, foi achada, pela filha de 9 anos, esfaqueada e morta no banheiro
A babá Elizângela Teixeira de Lacerda, de 36 anos, foi achada, pela filha de 9 anos, esfaqueada e morta no banheiro. Crédito: Acervo da família

Atualização

22 de Fevereiro de 2021 às 22:06

Após a publicação desta matéria, que apontava que o nome do suspeito não havia sido informado pela polícia, o Judiciário realizou audiência de custódia, e o identificou como Cleomar de Miranda Gonçalves. O texto foi atualizado.

A babá Elizângela Teixeira de Lacerda, de 36 anos, foi encontrada, pela filha de 9 anos, esfaqueada e morta no banheiro da casa onde ela morava, no bairro Castelo Branco, em Cariacica. A cena foi vista pela criança por volta das 5h30 da manhã deste sábado (20). A polícia apura se o namorado foi o autor do assassinato. Segundo parentes da vítima, o sepultamento de Elizângela será realizado neste domingo (21), às 9h, no cemitério de Nova Rosa da Penha.

A criança de 9 anos, ao acordar, viu que a maçaneta da porta do banheiro estava em cima do fogão. Ela pegou a peça e conseguiu entrar no cômodo, quando encontrou a mãe no chão.

A menina gritou por ajuda na janela da casa, dizendo que a mãe estava passando mal. Mas, quando o socorro chegou, Elizângela já estava sem vida.

Uma parente da vítima, que preferiu não se identificar, disse que as duas filhas da babá estão traumatizadas. A mais velha tem 16 anos.

Elizângela morava na casa com as meninas e com o companheiro Cleomar de Miranda Gonçalves. A Polícia Militar tentou localizar o namorado com quem a vítima estava há quatro meses, mas ele não foi encontrado.

Em nota, a Polícia Militar informou que foi acionada para atender a ocorrência de homicídio por arma branca no bairro Santa Catarina, em Cariacica, na manhã deste sábado (20). Os militares foram ao local e encontraram a vítima no banheiro.

"A Polícia Civil foi acionada. De acordo com familiares, o autor do homicídio seria o namorado da vítima que havia passado a noite na residência e teria ido embora na manhã de hoje (20). Os policiais fizeram buscas, mas o suposto autor do crime não foi encontrado", afirmou a corporação por meio de nota.

Ainda não há informações sobre como ocorreu o crime e quem o cometeu. Em nota, a Polícia Civil disse que "o caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), e até o momento nenhum suspeito foi detido. Somente após a autoridade policial que está à frente das investigações formar sua convicção pautada na análise de todos os elementos indiciários coletados no inquérito policial que se pode afirmar a presença de uma qualificadora, neste caso o feminicídio".

Atualização

20 de Fevereiro de 2021 às 15:50

A Polícia Civil enviou nova nota sobre a investigação, e o texto foi atualizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.