ASSINE

Homem é preso suspeito de abusar de sobrinha de 12 anos em Vitória

Crime foi denunciado pela mãe da vítima após a menina contar o que aconteceu. O homem foi preso na manhã de domingo (24). Ele foi detido na calçada, já com uma mochila tentando fugir

Tempo de leitura: 2min
Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 25/04/2022 às 13h38
em Vitória
Homem é preso em flagrante por abusar de sobrinha de 12 anos. Crédito: Wagner Martins

Um homem de 31 anos, que não será identificado para preservar a vítima, foi preso em flagrante suspeito de abusar sexualmente da própria sobrinha, uma menina de 12 anos, em Vitória, na manhã deste domingo (24). Ao contar a situação para a mãe, após ameaças do tio, a polícia foi acionada e encontrou o suspeito prestes a fugir.

De acordo com apuração do repórter Aurélio de Freitas, para a TV Gazeta, a história tinha tudo para ser diferente. A mãe da adolescente e o irmão não se viam há mais de 25 anos, mas, por meio de uma prima em comum, voltaram a conversar e ele decidiu morar no terreno da família, em janeiro deste ano. Apesar disso, antes de abusar da sobrinha, tentou "dar em cima" de uma prima menor de idade.

Neste final de semana, o suspeito então procurou a sobrinha adolescente e começou a tocá-la. Ela, no entanto, não se calou e contou para a mãe. "Quando fui ver, ele estava tirando as calças. Aí eu levantei e fui lá para baixo correndo. Ele chegou a dizer que ia me bater e ficou me xingando de tudo quanto é nome", disse a menina.

Para a irmã, o suspeito não confirmou o ocorrido, apesar de também não ter negado. "Ele não falou que era mentira em momento algum. A esposa dele, grávida de 5 meses, viu quando tudo aconteceu, ela pegou no flagra. Para ela, ele disse que estava vigiando a sobrinha, mas ela viu ele tentando acariciar", contou a mãe da vítima.

O homem foi preso na manhã deste domingo (24), por volta das 9h30. Ele foi detido na calçada, já com uma mochila tentando fugir. A Polícia Militar o encaminhou para o plantão da Mulher, de onde foi levado para fazer exames no Departamento Médico Legal.

Demandadas pela reportagem da TV Gazeta, as polícias Militar e Civil informaram que não podem passar informações, já que não têm acesso à ocorrência fora do plantão vigente.

Também acionada, a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) confirmou que o homem tem passagens pelo sistema prisional pelos crimes de tráfico de drogas e receptação, tendo permanecido preso entre junho de 2012 e junho de 2017.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Polícia Civil Sejus Abuso sexual

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.