ASSINE

Empresário que atuava na Praia do Morro é morto a tiros em Guarapari

Hugo era dono de jet bananas — equipamentos infláveis — utilizados em passeios no mar. Familiares dizem que a vítima era uma pessoa tranquila

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 17/05/2022 às 22h22
Atualizado em 18/05/2022 às 12h03
Hugo José Ramos, comerciante assassinado em Guarapari
Hugo José Ramos foi morto a tiros em Guarapari. Crédito: Arquivo da família

Um empresário do ramo de diversão aquática foi assassinado a tiros em Guarapari, Região Metropolitana de Vitória, na tarde desta terça-feira (17). Hugo José Ramos tinha 46 anos e atuava com passeios de jet banana — equipamentos infláveis — na Praia do Morro. 

Familiares contaram ao repórter Caique Verli, da TV Gazeta, que o crime aconteceu na porta da casa de Hugo, na Rua Minas Gerais, bairro Jardim Boa Vista, por volta das 15 horas.

Hugo estava dentro da residência quando os suspeitos chegaram de carro. Segundo a família do empresário, os criminosos bateram no portão e chamaram a vítima pelo nome. Assim que Hugo apareceu, atiraram contra ele.

A vítima chegou a ser socorrida e encaminhada a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. Familiares disseram que o empresário era uma pessoa tranquila e que desconhecem qualquer tipo de desavença que o envolvesse. 

A reportagem demandou as polícias Civil e Militar para mais informações sobre o crime e se suspeitos foram detidos. Por meio de nota, a PM informou que na tarde desta terça-feira (17), policiais militares foram acionados para irem ao bairro Jardim Boa Vista, em Guarapari, verificar a informação de que um homem teria sido baleado na região. No local, a equipe foi informada por vizinhos que a vítima, de 46 anos, tinha sido socorrida por familiares e amigos para a UPA de Guarapari inconsciente. Os militares se deslocaram até a Unidade de Pronto Atendimento, onde foram informados que o homem já estava sem vida. A Polícia Civil foi acionada.

A Polícia Civil informou que o caso segue sob investigação da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari e, até o momento, nenhum suspeito foi detido.

"O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares. A população pode contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181. O anonimato é garantido e todas as informações fornecidas são investigadas", finalizou a nota da PC.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.