ASSINE

Égua morre atingida por bala perdida durante tiroteio em Cariacica

Em um vídeo que circula nas redes sociais, o dono do animal relatou que o tiro foi disparado por criminosos que queriam mostrar poder de fogo a traficantes rivais

Publicado em 05/08/2022 às 15h01
Égua morreu após ser atingida por tiro de fuzil em Cariacica
Égua morreu após ser atingida por tiro de fuzil em Cariacica. Crédito: Reprodução

Uma égua morreu após ser atingida por uma bala perdida no bairro Itacibá, em Cariacica, na Grande Vitória. De acordo com moradores, o animal foi atingido durante um tiroteio na noite desta quinta-feira (4).

Em um vídeo que circula nas redes sociais, o dono do animal relatou que o tiro foi disparado por criminosos que queriam mostrar poder de fogo a traficantes rivais. "Aí, tiroteio em Itacibá, Cariacica. Pessoal do Morro da Cocada dando tiro de fuzil atingiu a égua aqui dentro do meu quintal. Estamos do lado do estação do esporte, o Sétimo Batalhão fica ali. Não estamos nem a 300 metros do Sétimo Batalhão da PM", disse.

O morador também  desabafou no vídeo que o tiro que vitimou o animal poderia ter atingido um dos filhos dele. "Tenho uma filhinha de seis anos e um filho surdo de 14 anos, que não escuta nem os tiros. Podiam estar aqui no quintal e tomar um tiro na cabeça, meu filho ou minha filha, e morrer".

Moradores da região disseram que durante a noite foram ouvidos muitos tiros. Procuradas pelo g1ES, as polícias Civil e Militar informaram que não registraram ocorrência com essas características.

(Com informações do g1ES)

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.