ASSINE

Crianças são assassinadas a tiros em Conceição da Barra

Kamile Santos Oliveira, de 8 anos, chegou sem vida ao pronto atendimento do município. Já o irmão dela,  Keyrison Santos Oliveira, de 10 anos,  chegou a ser transferido para um hospital, mas não resistiu

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 16/10/2021 às 10h51
Keyrison Santos Oliveira e irmã, Kamile Santos Oliveira
Kamile Santos Oliveira e o irmão, Keyrison Santos Oliveira . Crédito: Redes sociais

Dois irmãos, uma menina de 8 anos e um menino de 10 anos, foram assassinados a tiros na madrugada deste sábado (16) em Braço do Rio, município de Conceição da Barra, no Norte do Espírito Santo. A casa em que as crianças, a mãe e o padrasto estavam foi invadida por homens armados, que atiraram e fugiram. 

As vítimas foram identificadas como Keyrison Santos Oliveira e Kamile Santos Oliveira. De acordo com a Polícia Militar,  eles foram encaminhados ao pronto atendimento do município. A menina chegou sem vida, já o menino chegou a ser transferido para um hospital, mas também não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo em seguida.

 De acordo com a mãe das crianças em depoimento à PM, ela e o marido, que não é o pai dos irmãos, dormiam no quarto da casa, quando dois criminosos arrombaram a porta, invadiram a residência e atiraram contra as crianças que dormiam na sala. Os bandidos fugiram  em seguida. 

Ainda, segundo informações colhidas pelos militares no local, o crime tem relação com o tráfico de drogas, visto que o companheiro da mãe dos irmãos já teve envolvimento com a venda de entorpecentes.

ADOLESCENTES APONTADOS COMO AUTORES

Na noite deste sábado (16), a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) informou que uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar resultou na apreensão de quatro adolescentes apontados como autores das mortes das duas crianças. Os detidos têm 15, 16, 17 e 17 anos e foram localizados nas proximidades do local do crime. Segundo as investigações, mais um homem, de 18 anos, está envolvido no crime e segue foragido.

As diligências tiveram início logo após o crime, e reuniu policiais civis da Delegacia Regional de São Mateus e da Delegacia de Polícia de Conceição da Barra, bem como policiais militares do 13º Batalhão.

Os primeiros a serem localizados foram os menores de 15 e 17 anos. Os outros dois, de 16 anos e o outro, também de 17 anos, foram localizados em diligências posteriores.

O adolescente de 16 anos confirmou a participação no crime, afirmando que estava atuando no tráfico e que o ataque que vitimou as duas crianças foi motivado pela disputa entre traficantes. Segundo o depoimento do adolescente, os quatro suspeitos foram até a residência com o objetivo de executar o padrasto, mas acabaram vitimando as duas crianças.

Segundo o depoimento, o adolescente de 15 anos e o maior, de 18, arrombada a porta e entraram atirando, enquanto os outros dois ficaram do lado de fora da casa.

Os menores foram encaminhados à Delegacia Regional de São Mateus, autuados por ato infracional análogo ao crime de homicídio, e serão apresentados ao Ministério Público.

As investigações seguem em andamento na Delegacia de Polícia de Conceição da Barra, com o objetivo de localizar o quarto envolvido no ataque, bem como responsabilizar outros envolvidos e confirmar a versão dada pelos detidos.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.