ASSINE

Bandido é morto após roubar motorista de aplicativo em Cariacica

Motorista foi rendido por dois ladrões; um deles foi morto a tiros e o outro, baleado

Publicado em 03/08/2019 às 20h25
Local onde foi encontrado o carro roubado. Assaltante teria corrido para dentro do galpão e acabou morto em um terreno ao lado. Crédito: Reprodução/TV Gazeta
Local onde foi encontrado o carro roubado. Assaltante teria corrido para dentro do galpão e acabou morto em um terreno ao lado. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Minutos depois de assaltar um motorista de aplicativo, um homem, que não teve a identidade divulgada pela polícia, foi morto no bairro Cangaíba, em Cariacica, na manhã deste sábado (3). O criminoso tentava fugir com o carro quando foi assassinado. 

Segundo o motorista de aplicativo, Marcos Moreira, de 30 anos, por volta das 9h30 ele aceitou uma corrida no bairro Santana com destino a Cangaíba, zona rural de Cariacica. Esta era a primeira corrida que ele fazia no dia. Segundo ele, dois homens entraram no carro e disseram que estavam indo para a casa da avó de um deles. Porém, ao chegarem ao bairro, os passageiros renderam o condutor com uma arma e anunciaram o assalto. 

Marcos Moreira, motorista

Um deles estava muito nervoso e me mandou descer no carro e ajoelhar de costas para eles. O parceiro dele, que estava armado, sentou no banco do motorista e tentou sair com o carro, mas não conseguiu. Com isso, o outro, ficou ainda mais nervoso e assumiu a direção

Os assaltantes seguiram no veículo, um modelo Ford Focus prata, em direção a um galpão a aproximadamente 700 metros de onde anunciaram o assalto. Minutos depois, um deles, que dirigia o carro, foi encontrado morto em uma plantação no local. O motorista chegou a ouvir os tiros.

"Eu estava pedindo ajuda a uma moradora quando ouvi barulho de tiros. Cerca de 10 minutos depois as pessoas começaram a vir do galpão dizendo que tinha um carro abandonado lá e que o motorista tinha sido morto. Era um dos passageiros que me assaltou", disse. 

O motorista de aplicativo Marcos Augusto Moreira foi rendido por bandidos durante uma corrida. Minutos depois ele soube que um dos assaltantes havido sido morto. Crédito: Carlos Alberto Silva
O motorista de aplicativo Marcos Augusto Moreira foi rendido por bandidos durante uma corrida. Minutos depois ele soube que um dos assaltantes havido sido morto. Crédito: Carlos Alberto Silva

O CRIME

De acordo com a polícia, testemunhas disseram que ao chegarem próximas ao galpão, a dupla de bandidos se deparou com uma rua sem saída. Ao tentar fazer uma manobra com o carro, para sair do local, eles bateram o veículo e invadiram o terreno de um casa. Um dos moradores, um jovem de 24 anos, saiu para ver o que estava acontecendo e foi obrigado pelos suspeitos a manobrar o carro.

"O homem que estava dirigindo o carro estava muito nervoso, parecia que ele não sabia dirigir. Ele gritou e disse que se eu não tirasse o carro dali ele ia me matar. Eu manobrei o carro para eles e saí. Ele me ameaçou de novo e disse que eu ia ter que dirigir para eles, mas eu falei que estava trabalhando e não podia. Se eu tivesse entrado no carro, provavelmente estaria morto", desabafou o jovem. 

Neste momento, o assaltante entrou no carro e dirigiu alguns metros até onde o parceiro dele estava. O jovem contou que entrou em casa para se esconder e não viu o que aconteceu. Em seguida, ele escutou um barulho e vários tiros. 

X, vítima

Eu escutei barulho de uma moto, do carro como se estivesse acelerando e então os tiros. Depois, quando eu sai, a gente encontrou um corpo atrás do terreno do galpão. Era do homem que estava dirigindo o carro

Testemunhas acreditam que o homem chegou a correr para o galpão, mas foi morto.

O parceiro dele teria conseguido fugir, mas foi detido pela Polícia Militar (PM) e encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Questionada, a polícia não deu detalhes a respeito do crime, mas informou que o parceiro da vítima também foi atingido pelos disparos. Ele foi identificado como Edgar Gonçalves Firmino, de 19 anos, e autuado por roubo.

Até a noite deste sábado (3), nenhum suspeito de ter feito os disparos foi detido.

O caso vai ser investigado pela DHPP de Cariacica.

A Gazeta integra o

Saiba mais
assalto motorista de aplicativo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.