ASSINE

Homem se entrega após esfaquear cunhada por divisão de terras no ES

Em depoimento, suspeito confessou que queria matar a cunhada

Publicado em 02/11/2018 às 15h59
O suspeito compareceu na delegacia com a arma do crime. Crédito: Divulgação/PC
O suspeito compareceu na delegacia com a arma do crime. Crédito: Divulgação/PC

O suspeito de esfaquear a cunhada em Pinheiros, no Norte do Estado, por conta de uma disputa na divisão de terras se entregou à polícia e foi preso. Após cometer o crime, o acusado fugiu e esperou passar o período de flagrante para comparecer na delegacia do município, com a faca do crime, na tarde de quinta-feira (01), para prestar esclarecimentos.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima de 36 anos, foi esfaqueada pelo cunhado Dejair Rodrigues Coelho, 34 anos na manhã de quarta-feira (31), enquanto arrumava a casa da mãe, no Assentamento Nova Vitoria, na zona rural de Pinheiros. Durante o depoimento na delegacia, o suspeito confessou que queria matar a cunhada e por isso, teria desferido cerca de quatro golpes de faca nas costas dela.

O motivo seria uma briga entre ele e os familiares da esposa que possuem quatro hectares de terra no assentamento. Para o suspeito, a divisão das terras foi injusta para sua esposa, que ficou com uma parte pequena, enquanto a vítima era detentora da maior parte das terras da família.

O Delegado Libero Penello de Carvalho, da 17ª Delegacia Regional de Pinheiros, informou que o suspeito já respondia em liberdade por outro crime em São Gabriel da Palha.

"Realizamos um rápido trabalho e com excelentes elementos comprobatórios da periculosidade do acusado para a sociedade. Ele já responde um crime de homicídio na comarca de São Gabriel da Palha, porém responde tal crime em liberdade. Dada sua periculosidade, os familiares da vítima se sentiam vulneráveis e temiam serem assassinados, além de desconforto social que o crime causou na cidade. Solicitamos sua prisão e fomos prontamente atendidos pelo Ministério Público e Poder Judiciário. Aguardaremos a recuperação da vítima para concluir o inquérito”, disse.

O suspeito teve a prisão temporária decretada pela justiça, e foi preso quando ainda estava na delegacia e encaminhado para o CDP de São Mateus.

VÍTIMA

Após a tentativa de assassinato, o Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado e encaminhou a vítima, que estava em estado grave, até o hospital municipal de Pinheiros. Posteriormente, ela foi encaminhada para o Hospital Roberto Silvares, em São Mateus, onde passou por cirurgia de emergência e encontra-se internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A Gazeta integra o

Saiba mais
crime pinheiros

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.