ASSINE

Empresa quebra canos e deixa esgoto a céu aberto em Colatina

Problema já dura meses; limpeza do terreno faz parte das obras municipais de contenção

Publicado em 02/08/2019 às 17h45
Moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida, em Colatina, sofrem com obra de contenção parada e esgoto a céu aberto. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Noroeste
Moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida, em Colatina, sofrem com obra de contenção parada e esgoto a céu aberto. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Noroeste

A esperança virou mais um problema. Quando os moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida, em Colatina, no Noroeste do Estado, viram uma empresa realizando a limpeza de uma encosta, a impressão é de que a contenção do terreno iria, enfim, ser feita. No entanto, não só a obra parou logo em seguida, como canos foram quebrados e o esgoto está a céu aberto há três meses.

“A empresa veio e limpou tudo. Só que junto com o lixo, também foram levando os canos de esgoto. Virou uma bagunça” resumiu o soldador Placidino Damasceno, morador do local. “E quando começar a chover, toda a terra, junto com o esgoto que está sendo lançado nela durante todo esse tempo, vai parar lá no asfalto”, completou.

Moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida, em Colatina, sofrem com obra de contenção parada e esgoto a céu aberto. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Noroeste
Moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida, em Colatina, sofrem com obra de contenção parada e esgoto a céu aberto. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Noroeste

Além do mau cheiro, o despejo incorreto de resíduos e rejeitos também traz problemas relacionados à saúde da população. “A gente está preocupado, porque está tendo muito mosquito. Na semana passada, por exemplo, minha vizinha ficou doente. Tenho medo principalmente por causa dos meus netos pequenos”, confessou a costureira Fátima Soely.

Não bastassem todos estes transtornos, a limpeza do terreno, somada à não construção do murro previsto, gera ainda mais insegurança nos moradores. “Antes tinham árvores e raízes que ajudavam a conter a terra. Agora, sem nada, tenho medo que chova e desmorone tudo, porque não tem nenhuma proteção”, disse insatisfeito o pedreiro José Carlos Gomes.

ÁREA DE RISCO

Moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida, em Colatina, sofrem com obra de contenção parada e esgoto a céu aberto. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Noroeste
Moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida, em Colatina, sofrem com obra de contenção parada e esgoto a céu aberto. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Noroeste

A limpeza da encosta do bairro Nossa Senhora Aparecida era o início de uma obra de contenção, segundo a qual um muro seria construído para evitar desmoronamentos, principalmente em época de chuva. Considerada uma área de risco, as casas da Rua Cláudio Saqueto chegaram a ser interditadas em 2013.

O QUE DIZ O MUNICÍPIO

Por meio de nota, o Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental (Sanear) informou que uma equipe foi ao terreno e encontrou canos perfurados. Por isso, a autarquia da Prefeitura de Colatina notificou a empresa responsável pelas obras das encostas para que o conserto seja feito de forma imediata.

Ainda de acordo com o Sanear, toda a parte burocrática foi providenciada e a empresa esteve no local na quarta-feira (31). A maioria dos canos quebrados foi consertada, porém alguns de maior espessura precisaram ser comprados e devem ser substituídos até o próximo dia 10 de agosto.

A Gazeta integra o

Saiba mais
colatina

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.