ASSINE
Oferecimento:
Modo de Visualização:

Obras de ampliação começam na Terceira Ponte até o início de 2021

Também estão programadas a instalação de barreira contra suicídio e ciclovia nos dois sentidos

Publicado em 05/03/2020 às 21h56
Atualizado em 06/03/2020 às 13h32
Engarrafamento na Terceira Ponte: obras devem ampliar a capacidade da via em até 40% . Crédito: Vitor Jubini
Engarrafamento na Terceira Ponte: obras devem ampliar a capacidade da via em até 40% . Crédito: Vitor Jubini

Após a publicação do edital para as obras na Terceira Ponte nesta sexta-feira (6), o governo do Estado estima que a empresa vencedora comece efetivamente as intervenções entre o final deste ano e o início de 2021. A execução de todo o projeto, que contempla a ampliação do número de pistas, implantação de barreiras contra suicídio e instalação de ciclovias, deve ser concluído em dois anos, a partir da ordem de serviço.

No edital do Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC), está programado que as empresas interessadas têm até o próximo dia 23 de abril para apresentar suas propostas para desenvolver o projeto executivo. Pelo modelo de contratação, a vencedora tem como itens obrigatórios a ampliação das faixas, as barreiras e ciclovias, mas poderá propor, por exemplo, o uso de novos materiais e metodologias.

O custo estimado passou de R$ 100 milhões, conforme havia sido divulgado em agosto do ano passado, para R$ 170 milhões. O secretário estadual de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, aponta que a alta do dólar influenciou no reajuste, uma vez que o anteprojeto prevê 4 mil toneladas de aço, que é precificado pela moeda americana. 

Ele afirma ainda que houve ajustes na proposta do governo, devido à complexidade da obra,  que agora inclui melhorias no pavimento, mudança na iluminação e adequações do uso da fibra ótica. 

A ganhadora, segundo Damasceno, deve ser conhecida entre 60 e 90 dias. A partir de então, terá seis meses para elaborar o projeto e mais dois anos para executá-lo. Se não houver contratempos, a obra poderá ser concluída no final da administração de Renato Casagrande, em 2022. 

O secretário explica que obra deverá ser feita por etapas, um sentido de cada vez, e é possível que, em um ano e meio, um dos lados já esteja liberado pela empresa. "Essa foi a estimativa que fizemos, mas poderá ser até em menor tempo", ressalta. 

PROJETO

No anteprojeto do governo, haverá barreira contra suicídio nos dois sentidos, que contará com uma grade antiescalada de três metros de altura para a proteção, e uma pista de ciclovia, com pavimento asfáltico de três metros de largura.

Próximo ao vão central, a estrutura da ciclovia terá um alargamento chegando a seis metros e funcionará como uma espécie de mirante. Neste ponto, parte da grade antiescalada será substituída por vidro. As pistas serão de sentido único: uma para Vitória e uma para Vila Velha.

A ciclovia ficará abaixo da altura da mureta metálica de onde ficam os veículos, não permitindo que o ciclista visualize os carros da via e que os motoristas não percam a visibilidade das paisagens ao redor da Terceira Ponte.

Além da ciclovia, a Terceira Ponte ganhará mais uma faixa em cada sentido, ficando com seis no total. Assim, a capacidade de fluxo de veículos na ponte será aumentada de 35% a 40%, segundo Damasceno. Hoje, a ponte possui quatro pistas, sendo duas para cada sentido.

Para conseguir instalar novas faixas, as pistas existentes e as proteções central e laterais serão estreitadas. As faixas laterais serão as maiores, e de uso exclusivo de transporte coletivo, passando a ter 3,10 metros cada. As demais terão 2,80 metros.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Governo do ES terceira ponte

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.