ASSINE

Jovem desaparece dentro do condomínio Ourimar, na Serra

Depois de inúmeras buscas por conta própria, a família agora espalha cartazes com foto de José Lucas, em terminais rodoviários da Grande Vitória

Publicado em 02/03/2019 às 23h38
Atualizado em 24/04/2020 às 19h09
José Lucas da Silva Santos, 19 anos, está desaparecido. Crédito: Arquivo Pessoal
José Lucas da Silva Santos, 19 anos, está desaparecido. Crédito: Arquivo Pessoal

O condomínio Ourimar, na Serra, foi o último lugar onde o comerciante José Lucas da Silva, 19 anos, foi visto pela mãe, Elaine Rodrigues da Silva, 37, desde que ele saiu de dentro do apartamento onde morava com a esposa e a filha, há mais de cinco meses.

Depois de inúmeras buscas por conta própria, a família agora espalha cartazes com foto de José Lucas, em terminais rodoviários da Grande Vitória, na esperança de encontrá-lo.

“A gente tem dores que aprende a conviver, é o que vem acontecendo na minha casa. Há dias que eu acordo chorando, durmo chorando, a saudade do meu filho é muito grande. Ele está vivo, eu acredito, por isso eu me mantenho de pé, eu não consigo aceitar que ele está morto”, desabafou a mãe.

José Lucas morava havia 15 dias no condomínio quando um colega o procurou duas vezes, pedindo que fosse ao pátio comum.

Inicialmente, ele se recusou a descer, mas a insistência fez com que o comerciante deixasse a esposa e a filha em casa, afirmando que voltaria em minutos.

“Eu o buscava todo dia em Ourimar e o deixava lá, no final do dia, pois ele trabalhava comigo. Era de fazer risadas e brincar comigo, era meu parceiro do dia a dia. Eu lembro de tê-lo deixado no condomínio e vê-lo andando até o bloco dele, naquele 19 de setembro”, recorda-se a mãe.

Onde está José Lucas, quem o levou, para onde e o motivo ainda são pontos de interrogação para a família. “Minha nora e minha neta tiveram que sair de lá do condomínio por medo de retaliações. Distribuímos as fotos dele nos terminais com a tatuagem, caso o rosto tenha mudado, para tentar encontrá-lo”.

Investigação

Ao ser questionada sobre o desaparecimento de José Lucas, a Polícia Civil informou que o caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra e que não seriam repassados detalhes para não comprometer os trabalhos.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.