ASSINE

Veja como funcionam lojas e restaurantes no ES nesta semana

Quinze cidades estão em risco baixo, onde não há restrição de dia e horário para atividades comerciais. Grande Vitória segue em risco moderado; saiba mais

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 18/06/2021 às 19h24
O funcionamento das lojas acontecerá em turnos
Lojas podem abrir sem restrição nas cidades em risco moderado. Crédito: Divulgação/ PMCI

Com o novo mapa de risco apresentado nesta sexta-feira (18) pelo governo do Estado, mais cidades do Espírito Santo entraram para a classificação de risco moderado e algumas foram para o risco baixo. Diante disso, elas terão a ampliação dos dias e horários de funcionamento do comércio, serviços e restaurantes. Aquelas no risco baixo, inclusive, ficam livres de qualquer restrição para as atividades comerciais.

A partir de segunda-feira (21), estarão no risco alto as cidades de IbatibaIbiraçuMantenópolisMarataízes e Pinheiros. Nelas, o comércio de rua poderá abrir das 10h às 18h de segunda a sexta-feira, e de 10h às 14h aos sábados. No domingo não há permissão para funcionar.

Com a inclusão de Viana, agora todas as cidades da Grande Vitória estão em risco moderado. Nelas e nos municípios que migram a partir de segunda-feira (21) para essa classificação de risco (58 ao todo), o comércio terá funcionamento normal. Os bares também podem abrir, porém com limitação de horário. Também estão classificados dessa forma grandes polos regionais como LinharesSão Mateus Aracruz.

Outras 15 cidades estão classificadas como risco baixo, inclusive Colatina. Nelas, não há qualquer restrição para o funcionamento das atividades econômicas. Não há municípios no risco extremo.

60º Mapa de Risco de Convivência com a Pandemia
60º Mapa de Risco do Espírito Santo. Crédito: Divulgação/Governo do ES

Veja abaixo como fica o funcionamento em cada classificação de risco

RISCO ALTO - 05 CIDADES

Comércio

  • Comércio de rua não essencial abre de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, e, no sábado, das 10h às 14h. Não pode funcionar aos domingos. 
  • Os shoppings podem funcionar de segunda a sexta-feira, de 12h às 20h e, no sábado, das 12h às 16h. 
  • As restrições não valem para estabelecimentos essenciais, que são farmácias, comércio atacadista, distribuidoras de gás de cozinha e de água, supermercados, padarias, lojas de produtos alimentícios, lojas de cuidados animais e insumos agrícolas, postos de combustíveis, borracharias, oficinas mecânicas, casas lotéricas e bancos. 

Bares e restaurantes

  • As lanchonetes, cafeterias, restaurantes, lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas alcoólicas podem funcionar entre 10h e 20h de segunda a sexta-feira, e das 10h às 16h no sábado.
  • É proibido o consumo presencial de bebidas alcoólicas e a venda nas modalidades take away e drive thru em distribuidoras de bebidas, lojas de conveniência e similares. 
  • Os restaurantes em shoppings podem funcionar das 12h às 20h de segunda à sexta-feira, e no sábado das 12h às 16h. Bares não abrem.

Shopping centers

Academias

Salões de beleza e serviços em geral

  • O funcionamento dos salões de beleza, assim como demais serviços, têm horário de funcionamento livre. De acordo com a secretária de Estado de Turismo, Lenise Loureiro, a recomendação é que abram a partir das 9h, para evitar sobrecarga do serviço de transporte público.

Postos de gasolina

  • Considerado estabelecimento essencial, não há restrição de dias e horários.

RISCO MODERADO - 58 CIDADES

Comércio

  • Funciona normalmente, sem restrição de dia ou horário. 

Bares e restaurantes 

Bares, lanchonetes, restaurantes, lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas alcoólicas podem funcionar de segunda a sábado, das 7h às 22h e, no domingo, das 7h às 16h.

RISCO BAIXO - 15 CIDADES

  • Não há restrição de dia ou horário para nenhuma atividade comercial, incluindo bares e restaurantes. 
  • Estabelecimentos ainda têm que manter medidas preventivas de redução do rico de contágio, como uso de máscara por clientes e trabalhadores, disponibilização de álcool em gel e manutenção do distanciamento social.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.