ASSINE

Preço da gasolina no ES segue subindo e média chega a R$ 6,79

Preço médio hoje no Estado é de R$ 6,31, mas é maior em cidades do interior. Confira a pesquisa em postos e a média do litro de gasolina em cada cidade do Espírito Santo

Vitória
Publicado em 09/09/2021 às 20h40
Com o aumento do preço da gasolina, muitos motoristas têm procurado por maneiras de reduzir os gastos para não pesar ainda mais no bolso.
Abastecimento de combustível: preço do litro da gasolina nas bombas do ES chegou a R$ 6,79. Crédito: Freepik

Encher o tanque de gasolina está cada vez mais difícil e doloroso para o bolso do consumidor. Em meio a uma corrida a postos de combustíveis no Espírito Santo por medo de desabastecimento em função das paralisações de caminhoneiros, o preço da gasolina segue em alta no Estado. 

Em média, o litro do combustível está sendo vendido a R$ 6,31 no Espírito Santo, de acordo com o monitor da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz). No entanto, em alguns municípios, o preço chega a R$ 6,79 em média, como é o caso de Alto Rio Novo, no Noroeste capixaba. Os números são referentes a vendas realizadas na quarta-feira (8).

Uma pesquisa realizada em postos por A Gazeta entre esta quarta e quinta (9) identificou que o litro do combustível é comercializado por até R$ 6,20 em alguns postos da Grande Vitória. No entanto, esse preço fica mais salgado no interior. 

A reportagem pesquisou o preço da gasolina em 27 postos de combustível nas maiores cidades do Espírito Santo (Confira a lista abaixo). O litro mais barato foi encontrado em postos localizados em Vila Velha, Serra e Guarapari, onde o combustível é comercializado a partir de R$ 6,09.

Já o valor mais elevado encontrado nas cidades pesquisadas foi em estabelecimentos em São Mateus, onde o litro do combustível é vendido a R$ 6,39. Em Colatina, chega a R$ 6,35.

Em agosto, a Petrobras anunciou o nono reajuste no valor da gasolina vendida para as refinarias, só esse ano. Nas bombas, o combustível já acumula alta de quase 28% no país, e especialistas avaliam que o preço deve continuar subindo nos próximos meses.

Os aumentos levantam questionamentos no mercado sobre a política de preços da Petrobras, vigente desde 2017, que considera a cotação do barril de petróleo e a oscilação do dólar na formação do preço.

No entanto, as manifestações de caminhoneiros não são motivadas pela alta nos preços de combustíveis, como em 2018, e sim em defesa do presidente Jair Bolsonaro e contra o Supremo Tribunal Federal (STF).

MÉDIA POR CIDADE

Se considerarmos o preço médio praticado de R$6,31, como aponta o monitor da Sefaz, com R$ 100 está sendo possível comprar apenas 15,84 litros de gasolina.

O etanol e o diesel, junto com a gasolina, estão entre os itens que mais subiram de preço em 2021, de acordo com o IBGE. No Espírito Santo, ambos estão custando em média, respectivamente, R$5,31 e R$4,64.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.