Governador do ES decide esta semana se carnaval será ponto facultativo

Sem a possibilidade das tradicionais festas de rua, governo estadual vai definir se os servidores terão ou não que trabalhar normalmente na data

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 20/01/2021 às 18h59
Atualizado em 22/01/2021 às 07h46
Casagrande em São Paulo
Governador do Espírito Santo, Renato Casagrande. Crédito: Reprodução/Facebook

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), vai analisar se os dias de carnaval, que neste ano caem entre 14 e 16 de fevereiro, serão considerados ponto facultativo para os servidores estaduais. O Estado não considerada a data um feriado, então fica a critério do empregador dispensar os funcionários ou não.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, eventos de rua, públicos ou privados, estão proibidos. O secretário de Estado de Saúde, Nésio Fernandes, disse que, apesar do início da imunização contra a doença, a quantidade de doses aplicadas até o Carnaval não será suficiente para uma imunidade coletiva segura. Com isso, nenhum município está autorizado a fazer festas no carnaval.

Em entrevista à CBN Vitória nesta quarta-feira (20), Casagrande informou que vai analisar com a equipe técnica ainda esta semana se a terça-feira de Carnaval será considerado ponto facultativo para os servidores do Estado ou se eles deverão trabalhar normalmente. Em 2020, o governo estadual decretou ponto facultativo nos dias 24, 25 e 26 de fevereiro (segunda, terça e quarta-feira) com exceção dos serviços essenciais.

“Ainda vamos definir sobre o ponto facultativo. A recomendação é de não fazer festa de rua. Nem por municípios e nem festas particulares. Nós não recomendamos e nem permitimos, estamos recomendando que não se faça festa. Essa é a orientação para o Carnaval e para todos os outros dias. Agora, a questão do ponto facultativo é de que existe uma cultura, no período de Carnaval, de liberar a terça-feira. Eu vou me reunir para tomar a decisão nessa semana ainda”, informou o governador.

Como não está no calendário nacional, decretar feriado no Carnaval depende de cada Estado ou município. No Espírito Santo não há lei sobre a questão. No entanto, empresas, prefeituras e outras instituições, tradicionalmente, liberam os funcionários da segunda-feira até a metade do dia da quarta-feira de Cinzas.

ESTADO DECIDE MANTER PONTO FACULTATIVO

A decisão foi publicada nesta sexta-feira (22) no Diário Oficial do Estado. O governo decidiu manter o tradicional ponto facultativo de carnaval para os servidores estaduais

A decisão vale para órgãos da administração direta e nas entidades da administração indireta do Poder Executivo Estadual. Já os órgãos que desempenham serviços essenciais, como as polícias e os hospitais, não estão incluídos no decreto.

Atualização

22 de Janeiro de 2021 às 07:46

A publicação foi atualizada após a decisão do governo do Estado, publicada nesta sexta-feira (22), de manter o ponto facultativo de carnaval.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.