ASSINE

Gigante da alimentação vai investir R$ 70 milhões no ES

Dona de marcas como Sadia, Perdigão e Qualy, a BRF anunciou implantação de um novo centro de distribuição na região da Grande Vitória.

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 10/06/2021 às 21h36
BRF vai instalar novo centro de distribuição na Grande Vitória
BRF vai instalar novo centro de distribuição na Grande Vitória. Crédito: Divulgação/BRF

Dona das marcas Sadia, Perdigão e Qualy, a BRF, multinacional do ramo alimentício, vai investir R$ 70 milhões na construção de um novo centro de distribuição (CD) na região da Grande Vitória. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (10), pelo governo do Estado, e confirmado pela empresa.

O frigorífico já possui uma unidade do tipo em funcionamento em Viana, que atende todo o Espírito Santo. A partir do local, são movimentadas, em média, 2,7 mil toneladas mensais de produtos.

A BRF não esclareceu quando o empreendimento será iniciado, o local exato, nem deu informações sobre eventuais contratações. Entretanto, esclareceu que o novo CD será o mais sustentável da companhia e contará com luz natural e energia solar, reaproveitamento de água, inovação na geração de frio, frota com zero emissão de CO2 e centro de aprendizagem para a comunidade.

O novo espaço, com mais de 13 mil metros quadrados de área construída, terá painéis solares com capacidade para gerar até 1,5 megawatts de energia.

“A BRF tem um espaço para crescimento das operações no Espírito Santo e este investimento mostra nosso compromisso em gerar riquezas, seguir nosso plano Visão 2030 e levar vida melhor a todos com integridade, segurança e qualidade”, destacou o CEO da BRF, Lorival Luz.

AMBIENTE COMPETITIVO

O governador Renato Casagrande destacou que a importância do investimento da BRF, e frisou que o novo negócio da companhia no Espírito Santo é reflexo de uma série de atrativos do Estado, que conta com programas de incentivos fiscais, além de oferecer um ambiente de negócios favorável, com estabilidade política e fiscal.

“O conceito do centro de distribuição nos agrada muito. Um centro moderno e sustentável, caminho obrigatório que devemos seguir daqui para frente. É importante para toda a sociedade que empresas, como a BRF, tenham um componente da sustentabilidade presente. Temos um Estado com equilíbrio fiscal e institucional, bons mecanismos de incentivos para atração de investimentos, um Fundo Soberano e uma vocação logística. Temos total interesse na presença forte de Companhia em nosso Estado, gerando oportunidades aos capixabas”, reforçou.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann acrescentou que o projeto é bem-vindo “e se mostra em sintonia com os princípios de sustentabilidade, que é uma tendência mundial também adotada pelo Estado do Espírito Santo.”

*Com informações do Governo do Espírito Santo

empresas Alimentos Negócios

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.