ASSINE

Mulher grávida desaparece após fazer exame médico em Sooretama

A agricultora Ana Claúdia Chaves Santiago, de 32 anos, está desaparecida desde quarta-feira (16). Segundo a filha, ela fez uma ultrassonografia em posto de saúde e depois não foi mais vista

Tempo de leitura: 2min
Colatina
Publicado em 18/03/2022 às 16h12
Ana Claúdia Chaves Santiago, 32 anos, grávida de três meses, esta desaparecida desde a última quarta-feira (16)
Ana Claúdia Chaves Santiago, de 32 anos, grávida de três meses, está desaparecida desde a última quarta-feira (16). Crédito: Acervo pessoal

Uma família de Sooretama, no Norte do Espírito Santo, vive momentos de angústia desde a última quarta-feira (16), quando Ana Claúdia Chaves Santiago, de 32 anos, que está grávida de três meses, foi vista pela última vez. A agricultora saiu às 6h de casa para fazer uma ultrassonografia solicitada no pré-natal em um posto de saúde do bairro Vale do Sol e depois desapareceu.

Ana Claúdia mora com a mãe e com a filha de 16 anos, Rosiele Chaves dos Santos. Segundo a adolescente, após perceberem a demora da agricultora em retornar, ela e a avó foram ao posto de saúde para ter notícias dela. No local, as duas confirmaram que a grávida, após fazer o exame, deixou a unidade. Desde então a família não soube mais de nenhuma outra informação que possa indicar o paradeiro da gestante. “Ela foi fazer a ultrassonografia para ver se já dava para descobrir o sexo do bebê”, conta Rosiele.

A adolescente e a avó foram à delegacia do município no dia seguinte e registraram um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento de Ana Cláudia. “Achamos que ela ainda poderia voltar, que tinha ido para algum lugar sem avisar. É muita tristeza, não sabemos o que aconteceu. Até agora nenhuma informação da polícia”, relata a filha da agricultora.

Este vídeo pode te interessar

À reportagem de A Gazeta, o delegado Fabrício Lucindo, titular da Delegacia Regional de Linhares – que atende o município de Sooretama – confirmou que investiga o caso. Por nota, a Polícia Civil informou que  diligências estão em andamento e, até o momento, a mulher não foi localizada.

A corporação destacou que a população tem um papel importante nas investigações e pode contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181, que também possui um site onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas, o disquedenuncia181.es.gov.br. "O anonimato é garantido e todas as informações fornecidas são investigadas", concluiu a PC.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Polícia Civil Sooretama desaparecidos ES Norte

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.