ASSINE

Vitória inicia Campanha Nacional de Multivacinação nesta sexta (1°)

As ações vão até o dia 29. A ideia é atualizar a caderneta de vacinação das crianças e dos adolescentes menores de 15 anos

vACINAÇÃO DE JOVENS
Aplicação da vacina em jovem. Crédito: Márcia Leal/ PMCI

Durante o mês de outubro, o município de Vitória inicia a Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da caderneta de vacinação das crianças e dos adolescentes menores de 15 anos. As ações vão do dia 1º ao dia 29, sendo dia 16 o "Dia D" de mobilização nacional.

OBJETIVOS DA CAMPANHA

  • Dar oportunidade de acesso às vacinas que compõem o calendário nacional de vacinação da criança e do adolescente;
  • Atualizar a situação vacinal;
  • Aumentar as coberturas vacinais.

“Devem atualizar o cartão de vacina todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos não imunizados ou com esquemas incompletos. Esta é uma grande oportunidade para os pais colocarem em dia o cartão de vacina dos filhos e reforçar a proteção contra várias doenças”, explicou a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Tatiane Comério.

AGENDAMENTO

O município de Vitória conta com 28 salas de vacinação, que podem ser procuradas de 8h às 17h para realização de agendamento. Além disso, existe o agendamento on-line, uma alternativa desenvolvida para evitar filas e aglomerações.

Pela internet, é possível agendar um horário através do link agendamento.vitoria.es.gov.br ou pelo aplicativo Vitória Online.

No momento da aplicação da vacina, é necessário a apresentação de um documento com foto e a carteira de vacinação.

MENINGOCÓCICA C

Com a decisão do Ministério da Saúde de alterar, de maneira temporária, a faixa etária de vacinação em crianças com até 10 anos que ainda não foram vacinadas, no momento da verificação do cartão de vacina, as equipes presentes também irão realizar a aplicação da vacina Meningocócica C (conjugada).

Este imunizante protege contra o tipo C da doença, que pode evoluir para meningite e outras enfermidades graves causadas por bactérias meningocócicas.

INTERVALO

Segundo determinações do Ministério da Saúde, a partir do dia 28 de setembro, ficou definido que não haveria mais a necessidade de um intervalo de 14 dias na aplicação de doses de outras vacinas em uso no país com a vacina da Covid-19 - independente do imunizante.

Portanto, as vacinas podem ser administradas de forma simultânea com as demais em qualquer intervalo.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Prefeitura de Vitória Vitória (ES) crianca Vacina Adolescência

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.