ASSINE

Vídeos: cadela "adota" pintinhos nascidos em chocadeira em Vitória

Nas imagens, Honey cuida e passeia com a ninhada que ela adotou assim que os pequenos nasceram. O engenheiro civil Hubert Brunner, de 47 anos, construiu a chocadeira com a filha Júlia, de 6, que sempre perguntava como os pintinhos nasciam

Publicado em 22/07/2021 às 12h07
A cadela Honey
A cadela Honey "adotou" seis pintinhos que nasceram de chocadeira. Crédito: Reprodução/Vídeo

Há duas semanas, a cadela Honey "adotou" seis pintinhos no Espírito Santo, cuidando e levando os filhotes para passear. Os pequenos nasceram dentro de um apartamento no bairro Barro Vermelho, em Vitória, em uma chocadeira que o engenheiro civil Hubert Brunner, de 47 anos, construiu com a filha Júlia, de 6 anos. Quando os pintinhos nasceram, a cadela Honey passou a cuidar de toda a ninhada.

O engenheiro civil conta que a ideia de construir a chocadeira surgiu porque a filha não parava de perguntar para ele como os pintinhos nasciam.

"A Júlia estava me perguntando muito a respeito de como nascia um pintinho. Aí eu tive a ideia de construir uma chocadeira com ela, para colocar os pintinhos para chocar aqui no apartamento e ela conhecer todo o processo. Nós fabricamos uma chocadeira, ela me ajudou a construir todo o processo e no final, eu encomendei uns ovos fecundados e coloquei na chocadeira", conta.

Durante 21 dias, Júlia acompanhou ansiosa — com direito a contagem regressiva no calendário — todo o processo para o nascimento dos pintinhos. Quando eles nasceram, a cachorrinha Honey assumiu de imediato o papel de mãe dos bichinhos.

"Quando eles nasceram, para a nossa surpresa, a Honey ficou louca em volta da chocadeira, querendo ver os pintinhos. Estávamos preocupados porque ela adora correr atrás de passarinho, de pombo e, para nossa surpresa, ela começou a estranhar a gente quando chegávamos perto da chocadeira", lembra Hunbert.

A cadelinha Honey cuida dos pintinhos como se fossem seus filhos

Hubert Brunner

Engenheiro civil, dono da cadela Honey

"A partir daquele dia, ela assumiu o papel de mãe e quem chegasse perto dos pintinhos ela botava para correr "

PASSEIO NO PARQUINHO

Os pintinhos já completaram duas semanas de vida. O grupo costuma sair para passear com a pequena Júlia, em um parquinho que fica próximo à casa da família. Honey, é claro, vai junto. A cadelinha tem 9 anos e, como é cadastrada, nunca teve filhotes.

"Eles são o sucesso do parquinho. A Honey fica perto dos pintinhos, não deixa eles se separarem, fica o tempo todo cuidando deles e os pintinhos também reconhecem ela como mãe. Ficou uma relação de mãe para filho muito interessante. Ninguém imaginava que fosse acontecer isso", revela o engenheiro civil.

Honey adotou seis pintinhos que nasceram de uma chocadeira

MUDANÇA PARA O SÍTIO

Como os pintinhos logo vão crescer e precisar de mais espaço, a família pretende levá-los paro o sítio de uns amigos em Domingos Martins. Lá, Honey poderá visitar os "filhos" quando for passear com os tutores.

"Vamos mandar eles para um sítio de uns amigos nossos, para viverem junto de outras galinhas em um espaço grande, com muito verde. A Honey vai poder visitá-los sempre, porque ela adora esse sitio e estaremos sempre por lá", conclui Hunbert.

A cadela Honey cuida dos pintinhos como filhos

Com informações do G1 ES.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Domingos Martins cachorro

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.