ASSINE

Universitária capixaba faz vaquinha para estudar na Coreia do Sul

Miriam Hannah da Silva Dantas, de 21 anos, ganhou uma bolsa para aprender coreano no Centro de Idiomas da Universidade de Geumgang, na Coreia do Sul, mas precisa de R$ 15 mil para pagar a viagem

Tempo de leitura: 2min
Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 14/01/2022 às 11h29
Miriam Hannah da Silva Dantas, de 21 anos, estuda letras na USP
Miriam Hannah da Silva Dantas, de 21 anos, quer estudar na Coreia do Sul. Crédito: Montagem | A Gazeta

A meta da universitária capixaba Miriam Hannah da Silva Dantas, de 21 anos, é conseguir R$ 15 mil até o dia 20 deste mês para realizar um sonho. No início do ano, a jovem conquistou uma bolsa de estudos oferecida pelo Centro de Idiomas da Universidade de Geumgang, na Coreia do Sul, para aprender coreano. Para pegar o voo e realizar o desejo de aprender a nova língua, ela e familiares fazem uma campanha nas redes sociais para arrecadar o valor que irá custar a viagem.

A paixão por outros idiomas vem desde quando ela era criança. Hannah conta que aos 9 anos aprendeu o inglês, ainda em casa. Depois, aprendeu japonês, italiano e francês. Recentemente começou o quinto: coreano.

“O segundo idioma que aprendi foi o japonês, ainda criança. Sempre foi minha paixão estudar idiomas. Em 2021, passei em primeiro lugar na USP no curso de Letras e hoje moro em São Paulo”, contou a universitária.

A permanência no Centro de Idiomas da Universidade de Geumgang, na Coreia do Sul, será de seis meses. “Eles ajudam com uma bolsa, pois lá, além de estudar, darei aulas de inglês”, disse a universitária.

Esta não é a primeira vez que Hannah vai para fora do país aprimorar seu conhecimento. Em 2018, aos 17 anos, ficou entre os 50 estudantes escolhidos entre 23 mil candidatos para representar o Brasil nos Estados Unidos por meio do Programa Jovens Embaixadores.

Hannah conta que morava com os pais em Piúma e sempre estudou em escolas públicas. O pai, Joel Dantas, é servidor público no município e contou que a família não tem como custear esta viagem, mas está dando apoio na campanha.

“Ela é um orgulho para nós. Sempre dedicada, estudiosa, autodidata. Sempre priorizei em dar cultura, educação para meus filhos, acho que é o mínimo que podemos dar. E eu aprendo muito com ela, a buscar conhecimento, ir além do que é ensinado em sala de aula”, contou o pai.

Para ajudar a Miriam Hannah da Silva Dantas a realizar o sonho de aprender coreano no país asiático, pode contribuir por meio de uma vaquinha (https://www.vakinha.com.br/vaquinha/me-ajude-a-ir-a-universidade-na-coreia-do-sul). 

A Gazeta integra o

Saiba mais
Piúma solidariedade Coreia do Sul

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.